Ir para o conteúdo
Você na Pós

Quem pode fazer curso de Terapia Cognitiva-Comportamental?

quem pode fazer curso de Terapia Cognitiva-Comportamental

Você sabe quem pode fazer curso de Terapia Cognitiva-Comportamental? Essa abordagem da psicologia tem ganhado espaço por sua técnica prática e por sua eficácia, tanto ao lidar com transtornos mentais quanto questões comportamentais. 

Com isso, essa Terapia também ganha mais adeptos e se torna uma especialização desejada para os profissionais que buscam ampliar seu repertório para atender os pacientes da melhor forma possível. 

A psicoterapia ainda enfrenta certa resistência das pessoas, por não compreenderem seus benefícios ou não entenderem que essa prática pode trazer benefícios mesmo quando não há nenhum transtorno. 

Além disso, algumas vertentes, como a psicanálise, buscam resgatar memórias, traumas e situações enfrentadas no passado e algumas pessoas não se sentem prontas para revisitar certos momentos da vida. 

Com isso, uma abordagem mais prática se torna a opção viável, e é aí que entra a Terapia Cognitiva-Comportamental, ou TCC. 

O que é Terapia Cognitiva-Comportamental?

A TCC é uma abordagem da psicologia que utiliza teorias cognitivas e conceitos relacionados ao comportamento como estratégia para atuar junto ao paciente. Ela se baseia em situações enfrentadas pela pessoa para determinar padrões de comportamento e, então, propor mudanças que alterem o bem-estar pessoal. 

Assim, o paciente chega com uma situação ou comportamento específico sobre o qual deseja focar, e o processo terapêutico se dá a partir dessa experiência. Entenda alguns benefícios que atraem as pessoas para a Terapia Cognitiva-Comportamental:

Participação ativa

Ao lidar com exemplos concretos, o paciente, ao contar sua história e explicar seus sentimentos, contribui com o processo terapêutico. Guiado por um profissional com as competências necessárias, ele é capaz de enxergar certas crenças limitantes e trabalhar seu comportamento para mudar esses pensamentos e atitudes. 

Com isso, é mais fácil notar um avanço prático, e o paciente percebe com mais facilidade como a terapia contribui para seu dia a dia, oferecendo sem sentimento de satisfação.

Duração menor

O autoconhecimento é uma característica que pode ser observada e aprimorada ao longo de toda a vida. Isso significa que, mesmo sem um gatilho, as pessoas podem seguir com acompanhamento psicológico para ajudar a desbravar e refletir sobre suas vidas e seus comportamentos. 

Porém, é comum que muitas pessoas iniciem esse processo a partir de uma questão específica: problemas no relacionamento, infelicidade profissional, dificuldade para lidar com mudança, ou ainda por encaminhamento médico, se o fator envolver transtornos mentais como depressão ou ansiedade. 

Assim, a TCC vai primeiro atuar nessas questões específicas, e o processo terapêutico pode ser mais rápido. 

Impacto no dia a dia

Justamente por sua abordagem mais prática, a TCC contribui para que os pacientes vejam com mais clareza certos comportamentos que podem afetar suas relações interpessoais, seja no trabalho ou na vida pessoal. Assim, junto com o profissional, são capazes de buscar alternativas para modificar isso, o que tem impacto direto no seu dia a dia e na maneira como se relaciona com os outros. 

Quem pode fazer curso de Terapia Cognitiva-Comportamental?

Tratar um paciente é uma jornada empreendida pelo profissional, que envolve uma série de habilidades comportamentais e, claro, técnicas. Ouvir o que eles têm a dizer ajuda a indicar os caminhos adequados, fazer uma análise aprofundada e propor soluções condizentes com sua realidade. 

Isso exige informação e busca por conhecimento técnico. Tanto na medicina quanto na graduação em Psicologia, essas abordagens são estudadas, mas não com a profundidade necessária para aplicar certas técnicas. 

Assim, uma especialização permite que os profissionais atuem com mais propriedade junto aos pacientes. Os estudos de TCC ou qualquer abordagem psicoterapêutica são indicados justamente para profissionais que já possuem graduação na área, como psiquiatras e psicólogos. 

Como se especializar em TCC?

Para se especializar nessa vertente é necessário buscar uma formação adequada. Nossas instituições oferecem a melhor pós-graduação em Terapia Cognitiva-Comportamental, com uma metodologia que permite aos profissionais:

  • Conhecer as Técnicas Cognitivas e Comportamentais básicas;
  • Compreender a intervenção da Terapia Cognitivo Comportamental em cada Transtorno Psiquiátrico;
  • Estudar novas demandas e tendências na Terapia Cognitivo-Comportamental.

O curso permite que os psicólogos e psiquiatras desenvolvam seu conhecimento sobre a Terapia Cognitiva-Comportamental no contexto clínico, podendo atuar junto a crianças, adolescentes, adultos e idosos. 

Além disso, eles tomarão conhecimento e poderão aplicar diferentes técnicas cognitivas e comportamentais frente a uma grande diversidade de Transtornos Psiquiátricos. 

O curso tem um total de 360 horas e um formato EAD que permite ajustar os estudos à rotina de trabalho, flexibilizando as aulas de acordo com a disponibilidade em cada dia da semana. 

Quais as características comportamentais de um psicólogo?

Como falamos, para atuar com a TCC é necessário que o profissional aprofunde seus conhecimentos sobre as técnicas adequadas, o que o capacita para lidar com seus pacientes com mais embasamento. 

Mas, essa também é uma profissão que exige o desenvolvimento de características comportamentais para lidar com as pessoas. Confira as principais:

Empatia

Sem uma capacidade aguçada de se colocar no lugar dos pacientes e enxergar suas dores, o profissional fica limitado para ajudá-lo em sua jornada. 

Imparcialidade

Antes de ser profissional, somos pessoas e é comum, ao ouvir um relato, ter uma opinião sobre determinado fato. Mas o papel do psicólogo é guiar o paciente, e não imprimir suas opiniões pessoais, portanto a imparcialidade é primordial para sua atuação. 

Paciência

O tratamento não funciona como uma linha ascendente, mas sim curvas de altos e baixos. nem sempre ele está bem ou é capaz de reconhecer ou falar sobre algumas coisas, portanto é preciso de paciência para lidar com essas transformações. 

Quem pode fazer curso de Terapia Cognitiva-Comportamental são os profissionais que desejam se especializar em TCC ou então ampliar o repertório para auxiliar seus pacientes na jornada de autoconhecimento. 

Autor: Equipe Blog Portal Pós

O blog do Portal Pós traz conteúdos sobre carreira, mercado de trabalho, tendências e inovação. Aqui você também encontra textos sobre crescimento pessoal, curiosidades e tudo que envolve o mundo da pós-graduação.

Conheça nossas faculdades