Ir para o conteúdo
Carreira em Pauta

Defeitos e qualidades: encontre as suas respostas

Defeitos e Qualidades respondendo a essas perguntas

Perguntas sobre a sua melhor qualidade e seu pior defeito são clássicas em processos seletivos e quase sempre deixam os candidatos desconfortáveis. Afinal, não somos acostumados a falar sobre nossas qualidades abertamente ou assumir nossas limitações.

Não existe resposta certa ou errada para essas perguntas. Mas, vale ressaltar que não são boas estratégias fugir da pergunta, envolver elementos da vida pessoal, ou usar clichês como dizer que é muito perfeccionista ou preocupado com o trabalho.

Na maioria das vezes, ao fazer essas perguntas, os recrutadores querem conhecer o nível de autoconhecimento do candidato e o que ele tem feito para otimizar seus pontos fortes e amenizar as limitações de seu perfil. Responder honestamente e com confiança a essas perguntas demonstra maturidade profissional e comprometimento com a carreira.

E você, quer identificar suas qualidades e defeitos?

Qualidades:

Quando questionado sobre as suas qualidades, selecione cerca de três mais relevantes para a vaga. Também descreva situações em que essas qualidades fizeram a diferença, ou foi reconhecida por outras pessoas.

Para identificar suas qualidades, reserve um tempo e tente listar suas qualidades, pontos fortes ou competências, pelas quais é mais reconhecido e elogiado. Se tiver dificuldades, pergunte a amigos, familiares e colegas de trabalho. Priorize o que é mais natural no seu perfil e que faz com que você se diferencie das outras pessoas. E não deixei de associar situações exemplificativas em que essas qualidades fizeram a diferença. Isso fará toda a diferença quando chegar a hora da entrevista.

Defeitos:

Quando questionado sobre seus defeitos, nunca use a estratégia de tentar transformar defeitos em qualidades. Enumere três das suas limitações e justifique o impacto que possuem no seu trabalho. Mas, o mais importante, descreva o que tem feito para diminuir seus impactos negativos.

Um mito sobre os defeitos é acreditar que é errado admiti-los. O recrutador sabe que todo ser humano possui limitações e que ter consciência delas é o primeiro passo para amenizar seus impactos negativos. O que não pode acontecer é você ser pouco sincero sobre a existência dessas limitações, ou demonstrar conformismo sobre o domínio delas na sua vida.

Para identificar seus defeitos, tente responder pelo que você é sistematicamente criticado, ou o que percebe como sendo uma espécie de trava na sua vida. Pode ser que isso esteja te acompanhando há muito tempo e que ainda tenha tido pequenos avanços para superá-los. O mais importante é sua busca por tornar esses defeitos mais brandos ou mais ajustados a sua realidade profissional. É o que acontece, por exemplo, com pessoas pouco pontuais que conseguem negociar os horários de trabalho e ter mais flexibilidade para chegar e sair da organização.

Fato é que a consciência de nossas qualidades e defeitos pode nos preparar não só para ter resultados efetivos em uma entrevista como também para direcionar nossos esforços de vida e carreira.

Conheça nossas faculdades