Ir para o conteúdo
Crescimento Pessoal

Por que praticar a gratidão torna as pessoas mais felizes?

Você conhece os benefícios que praticar gratidão pode trazer para sua vida? Se você ainda não pratica a gratidão, sempre há tempo de começar a introduzir este hábito na sua rotina. Fazer uma pequena lista, todos os dias, de coisas pelas quais você é grato tem um impacto muito maior do que você imagina.

blog banner desconto em pós-graduação

Mas, afinal, o que é a gratidão?

Por definição simples, a gratidão é o reconhecimento de uma pessoa por alguém que tenha lhe prestado algum favor, serviço ou auxílio. Dessa forma, podemos enxergar a gratidão como uma espécie de resposta positiva provocada por algo, alguém ou circunstância. Esse ato genuíno de reconhecimento de algo bom nos traz uma sensação de prazer e bem-estar únicos, mas não para por aí.

Ao longo dos tempos, a gratidão tem sido objeto de estudo de diversas áreas, como a Psicologia, Filosofia, Antropologia e Sociologia. E, assim sendo, foi classificada também de diversas formas. O professor e psicólogo norte-americano Robert A. Emmons, um dos maiores pesquisadores contemporâneos do tema, em seu livro intitulado “Obrigado! Como a gratidão pode torná-lo mais feliz”, classifica a gratidão como “uma emoção, um hábito, uma atitude, um estado de espírito e, também, como uma virtude moral”.

Como a gratidão impulsiona hábitos mais saudáveis?

Levando em consideração a classificação do Ph.D em psicologia Emmons, fica fácil entender que a gratidão é muito além de só um sentimento. É um ato que inspira bondade, mudanças positivas e estreita vínculos afetivos. Construída dia após dia, intencionalmente, a gratidão tem ligação direta com nosso humor, além de ser uma habilidade social muito bem vista. Quem escolhe ser grato escolhe potencializar o lado positivo da vida.

Um estudo norte-americano sobre a prática da gratidão, conduzido por Emmons, encorajava um grupo de pessoas a manter uma espécie de “Diário da Gratidão”, enquanto um segundo grupo mantinha um “Diário de Reclamações” e um terceiro era neutro. O resultado do estudo mostrou que o grupo que praticou escrever coisas positivas, ao final de dez semanas, se comportava de maneira mais otimista e que seu desempenho no questionário de bem-estar foi em média 25% maior do que o dos outros grupos.

Além disso, o grupo que escrevia a lista de gratidão tinha uma visão mais positiva de suas vidas, praticava mais exercícios físicos que os demais, dormia melhor e, consequentemente, tinha uma qualidade de vida melhor.

A gratidão abre espaço para uma vida mais positiva

A gratidão então proposta como exercício de escolha é um movimento que parece muito simples de ser feito, mas, na pressa do cotidiano, colocamos o oposto em prática muitas vezes sem sequer nos darmos conta: a ambição.

Por definição simples, ambição é o desejo intenso de possuir algo. E não entenda errado. A ambição faz parte de nós. Afinal, é ela que nos impulsiona a alcançar novos objetivos de vida. Mas, quando a ambição é tanta que não nos permite reconhecer os objetivos conquistados, estamos nos agarrando demais àquilo que não temos e a todas as dificuldades impostas. A ambição se transforma então em ganância, em pensamentos negativos, em preocupações, em ansiedade, nos tirando o sono e o sossego.

A gratidão, para além de uma emoção, funciona como mecanismo de enfrentamento a situações adversas. Não é que você tapa os olhos pras coisas ruins. Você reconhece os prejuízos, mas, ainda assim, reconhece também os benefícios que permaneceram. Escolher a postura de gratidão, frente a uma adversidade, pode nos fortalecer e ajudar no processo de recuperação.

Quando você escolhe ter uma postura de gratidão, você escolhe se agarrar àquilo que possui e dar valor ao presente, independentemente de qualquer coisa. Nesse sentido, a gente pode dizer que a gratidão está para o momento presente como a ambição está para o momento futuro.

Escolher ser grato, então, é valorizar tudo aquilo que existe no agora e não focar naquilo que pode existir depois. É adotar uma visão mais positiva com aquilo que te conecta com o presente e faz com que você enxergue, hoje, as coisas boas que cercam sua existência.

Como a gratidão melhora o desempenho no trabalho

Os estudos também apontam para os benefícios de se praticar gratidão no trabalho. Além de melhorar o ambiente, proporciona o aumento da empatia e a diminuição da agressividade. A gratidão, quando praticada, gera mais gratidão. Dessa forma, existe uma espécie de sentimento interpessoal que faz os participantes do ato cultivarem laços de admiração entre si, tornando times muito mais colaborativos e propensos a ajudar uns aos outros.

Além dos benefícios sociais, o exercício da gratidão e a adoção de uma postura mais positiva influenciam diretamente no desempenho da criatividade. Também promovem pensamentos inovadores, mais abertura, flexibilidade, curiosidade e vontade de aprender. Pessoas gratas mostram mais interesse em aprender novas habilidades e estão sempre à procura de oportunidades.

Se você ainda não pratica a gratidão diariamente, talvez seja o momento certo para começar. Uma pequena lista diária com cinco itens pelos quais você é grato já causa um grande impacto na construção desse hábito. E que tal sete dias grátis para experimentar qualquer curso da pós-graduação Unopar e começar com tudo essa lista?

Conheça nossas faculdades