Ir para o conteúdo
Mercado de Trabalho

O que o mercado espera de um especialista?

o que o mercado espera de um especialista

Crescimento na carreira nem sempre está associado a assumir algum cargo de liderança. Por mais que a crença prevaleça, tornar-se uma pessoa especializada, que aplique técnicas exclusivas a determinadas funções, pode ter seu ponto de reconhecimento, tanto quanto a funções de coordenadoria ou supervisão, por exemplo. Mas afinal, o que o mercado espera de um especialista?

O Portal Pós elencou uma lista de possibilidades para quem deseja investir em se especializar em sua função ou ter perspectivas diferenciadas de crescimento. Confira!

Pense de forma estratégica

Exercitar o raciocínio lógico em conjunto com pensamento crítico são dois pontos fundamentais para quem deseja pensar de forma estratégica. Para os negócios, para a comunicação, as vendas e diversos outros setores de atuação, o especialista necessita estudar e prever cenários.

Além disso, é essencial que ele tenha a função de resolver problemas críticos, saiba tomar decisões com segurança e agilidade para auxiliar os demais colaboradores ou, ainda, fornecedores, empresários e até mesmo coordenadores e gestores.

Cultive o bom relacionamento interpessoal

Conviver de forma amigável com os colegas de equipe, respeitar as diferenças, entender a diversidade e adaptar-se bem a ambientes multiculturais fazem do especialista um profissional engajado e participativo. Bem visto por todos da empresa, ele geralmente é capaz de interagir e de auxiliar os demais colaboradores, mesmo que o pedido de ajuda venha de alguma função que ele não domine perfeitamente.

Sempre disposto a conhecer novos ramos de atividade dentro do negócio em que atua, pensa em possibilidades diversas e, às vezes, até divertidas para aumentar vendas, promoções, gerar leads, pensar em campanhas e cuidar da comunicação de ações.

Tenha visão empreendedora

Ter visão empreendedora não necessariamente é útil para lidar com seu próprio negócio. Estar de acordo com essa visão abre oportunidades para a implementação de novas frentes e ações em diversas áreas, possibilitando ampliação do conhecimento e da capacidade de colaborar com os outros.

Além disso, especializar-se com um MBA em Inovação e Empreendedorismo, por exemplo, faz que o profissional lide com múltiplas realidades e analise oportunidades e melhorias possíveis, com a ação correta para cada um dos casos.

Exercite a criatividade e a voluntariedade

O mercado cobra decisões rápidas. Por isso, exercitar a criatividade ou mesmo entender de Economia Criativa, por exemplo, fazem que habilidades profissionais de diferentes fases encontrem as competências necessárias para unir o pensamento estratégico à capacidade de empreender, além de construir e desenvolver negócios de sucesso.

A flexibilidade é outro ponto favorável a quem é criativo. Porque, geralmente, os profissionais mais criativos conseguem entender mudanças, aplicá-las com maestria ou, ainda, se necessário, rejeitá-las com argumentos infalíveis.

Ser voluntário em projetos também favorece o especialista. Dessa forma, além de aprender a se solidarizar e ter empatia com os outros, as ações falam mais do que mil palavras. Funciona também para alguém que seja especializado em terceiro setor.

Seja organizado, sustentável e proativo

Trabalhar com prazos, pensar em um conjunto de itens e ações que favoreçam os demais colegas, além de ter suas tarefas e responsabilidades totalmente sob controle, mostra quão organizado o especialista deve ser. Afinal, é ele quem, muitas vezes, é capaz de responder aos mais diversos questionamentos em reuniões com clientes, por exemplo.

Além disso, o especialista não tem medo de dizer que não sabe. Ele simplesmente pode assumir isso com segurança e mostrar-se apto a aprender novos conhecimentos. Demonstrar preocupações com ações que gerem menos gastos e que atuem sob a batuta da sustentabilidade também faz com que o especialista se afirme como grande profissional.

Continue a estudar

Não é que o especialista saiba de tudo. Muito pelo contrário, como dissemos no passo anterior, ele sabe, inclusive, assumir com responsabilidade o que não sabe. Em contrapartida, especializar-se pode exigir formação superior ou ainda cursos de pós-graduação ou MBA específicos à determinadas funções.

A continuidade dos estudos é fundamental para que esse profissional consiga galgar posições e conquistar a confiança de gestores, superiores, clientes, fornecedores e dos colaboradores a sua volta.

Procurando algum curso que o faça se tornar especialista? Acesse o Portal Pós e descubra algo que realmente vá impulsionar sua carreira! 

Conheça nossas faculdades