Ir para o conteúdo
Carreira em Pauta

Quais os benefícios da meditação para a sua carreira?

mulher meditando sentada no sofá para ilustrar texto sobre benefícios da meditação

O mundo está em constante transformação e o mercado de trabalho é um dos que mais tem sentido esta mudança. Cada vez mais as pessoas estão tendo que enfrentar um ambiente competitivo e exigente, em que é preciso muito cuidado para não sair do eixo emocional e obter problemas mais graves no futuro. Sendo assim, para manter o equilíbrio e a saúde mental é necessário buscar uma válvula de escape. Por conta disso, muitos profissionais têm aderido aos benefícios da meditação.

A técnica direciona a sua atenção para apenas um objetivo ou pensamento, mantendo uma respiração controlada. Contribui, sobretudo, para a redução do estresse e da ansiedade, oferecendo, assim, um momento de reconexão consigo e de relaxamento profundo. Desta forma, a meditação pode ajudar você a ter mais clareza para tomar decisões, a ter foco nas tarefas do trabalho e a diminuir a quantidade de erros, pois ela também trabalha as áreas atencionais do cérebro.

Quais os outros benefícios da meditação?

Praticar a meditação permite acalmar os pensamentos, que muitas vezes ficam acelerados com as atribuições diárias. Além disso, a produtividade, tão em voga nos últimos tempos, aumenta, pois a mente fica leve de interferências. Os benefícios da meditação diária também passam pelo autoconhecimento, criando uma maior percepção de si mesmo ao identificar os seus limites e os seus pontos fracos e fortes. Isso colabora, ainda, para um desempenho profissional mais assertivo.

banner de pós-graduação com até 60% de desconto

É fundamental buscar esse tipo de suporte para a vida profissional. De acordo com a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, a adesão ao auxílio-doença e aposentadoria por invalidez por causa de transtornos mentais e comportamentais teve um alto índice em 2020, com 576,6 mil afastamentos – um crescimento de 26% comparado com 2019. A adaptação ao home office e o uso de novas tecnologias geraram uma nova dinâmica de trabalho e produção, o que pode ter levado ao aumento da tensão e do estresse no último ano.

Por isso muitas empresas têm aderido à meditação. No escritório, os profissionais podem parar de 10 a 15 minutos para meditar em grupo. Um incentivo ao relaxamento e à desconexão. Mesmo trabalhando de forma remota, a prática pode ser adotada no modelo on-line ao combinar com os colegas o melhor horário e que seja ideal para todos. Você também pode começar a praticar a técnica sozinho em casa, separando uma das “pausas para o café” para acalmar a mente.

Veja 6 dicas para começar a meditar

1 – Escolha um horário

A primeira dica é essencial: escolha um horário para meditar. Seja comprometido com a prática, priorizando como uma das atividades do seu dia na agenda. É importante também que seja em um momento que você perceba que ninguém irá te atrapalhar. Você precisa estar concentrado para que a técnica funcione e sem a sensação de que precisa terminar logo para voltar a alguma tarefa que ficou pendente.

2 – Posição ideal

A posição é a que você se sentir mais confortável. Muitas pessoas têm a ideia de que para meditar é necessário ficar apenas na posição de lótus. Porém, o mais importante é você encontrar aquela que o seu corpo fique parado, sem incômodos, com a coluna ereta e se mantenha relaxado – seja em pé, deitado ou sentado.

3 – Respiração

A respiração e a mente no processo de meditação são verdadeiras aliadas. Elas precisam estar em sintonia, sem pressa, para que o relaxamento aconteça. Conforme o passar do tempo, você vai perceber a sua mente em um estado de plenitude, enquanto o ar sai e entra pelos pulmões.

4 – Meditação guiada

Para quem está começando, a meditação guiada pode ser uma boa alternativa, pois irá ajudar a direcionar a sua atenção. No início, os pensamentos ainda ficam muito inquietos e é mais fácil se distrair. Hoje em dia existem inúmeros aplicativos, inclusive gratuitos, que oferecem esse suporte, além de vídeos no YouTube. Você também pode procurar sessões realizadas por instrutores, presencial ou on-line.

5 – Roupa e ambiente 

A meditação requer concentração, por isso use uma roupa confortável. Invista, por exemplo, em peças leves e mais soltas. Além disso, escolha um local silencioso da casa ou do escritório para que nada tire a sua atenção. Meditar em contato com a natureza, como em um parque, pode ser uma escolha perfeita para se conectar também.

6 – Seja persistente

No começo pode parecer difícil e você, provavelmente, não conseguirá ficar o tempo todo concentrado. Por esse motivo, algumas pessoas começam e param, mas a meditação precisa de persistência. A mente pode escapar para outros focos em alguns momentos. Nesta hora, tente sempre voltar a sua atenção para a respiração. Comece devagar, com duração pequena e aos poucos você verá que a meditação entrará naturalmente na sua vida e na sua rotina de trabalho.

Comece hoje mesmo e você já sentirá a diferença no seu bem-estar e todos os demais benefícios da meditação. E se você quer se desafiar ainda mais, invista também na pós-graduação Unopar , que oferece cursos nas áreas de Saúde, Esporte e Estética, com duração de 6 e 10 meses, preços acessíveis e formato EAD.

Conheça nossas faculdades