Ir para o conteúdo
Curiosidades

Carolina Maria de Jesus: uma das mais importantes escritoras do Brasil

Nascida no dia 14 de março de 1914, em uma comunidade rural na cidade de Sacramento, em Minas Gerais, Carolina Maria de Jesus foi a primeira escritora negra do Brasil a vender um milhão de livros pelo mundo.

Conheça a biografia da escritora Carolina Maria de Jesus

Filha de pais analfabetos e de origem humilde, aos nove anos de idade, Carolina Maria de Jesus foi matriculada no colégio Allan Kardec, a primeira instituição de ensino baseada nos fundamentos da pedagogia espírita brasileira, na qual era mantida pela patroa de sua mãe e onde aprendeu a ler e a escrever.

blog banner desconto em pós-graduação

Após a morte de sua mãe, Carolina Maria mudou-se para São Paulo e foi morar no barraco 9 da rua A, na favela do Canindé onde, desempregada, passou dificuldades para criar sozinha seus três filhos: João José, José Carlos e Vera Eunice, tornando-se então catadora de papéis. Nas horas vagas, Carolina Maria de Jesus registrava nos cadernos que recolhia seu cotidiano através de diários e de poemas. 

No ano de 1958, o jornalista da Folha da Noite, Audálio Dantas, foi fazer uma matéria na favela do Canindé e conheceu os cadernos de Carolina Maria de Jesus. Admirado pela potência literária da escritora, em 1960, o jornalista a auxiliou na publicação de seu primeiro livro, intitulado Quarto de Despejo – Diário de uma Favelada, alcançando a marca de cem mil cópias vendidas no primeiro ano de seu lançamento. 

O consagrado “Quarto de Despejo – Diário de uma Favelada”

Traduzido para 16 idiomas, o best-seller Quarto de Despejo – Diário de uma Favelada relata a história de vida da autora expondo um cotidiano marcado pelo sofrimento, pela fome, pela luta, pelo racismo, mas também pela superação, refletindo em palavras uma realidade cruel de uma miséria viva.

Com os frutos colhidos com seu primeiro livro, Carolina Maria de Jesus mudou-se para Santana, um bairro de classe média da capital paulistana. Três anos depois, em 1963, publicou com recursos próprios o romance Pedaços de Fome e o livro Provérbios.

Reconhecida pelos leitores e pela crítica especializada, Carolina Maria de Jesus foi considerada: “uma escritora direta, nua e crua, mas, ao mesmo tempo, suave”. A escritora Clarice Lispector chegou a defini-la como “uma escritora de verdade, que conta a realidade”.

Carolina Maria de Jesus morreu aos 62 anos, no dia 13 de fevereiro de 1977, vítima de uma insuficiência respiratória. Apesar de uma vida cheia de altos e baixos, a autora teve uma carreira literária fértil com algumas obras publicadas após sua morte. 

Obra completa de Carolina Maria de Jesus

  • Quarto de despejo: diário de uma favelada – 1960
  • Casa de alvenaria: diário de uma ex-favelada – 1961
  • Pedaços da fome – 1963
  • Provérbios – 1963
  • Diário de Bitita – 1986 
  • Meu estranho diário – 1996
  • Antologia pessoal – 1996
  • Onde estaes felicidade? – 2014

O legado de Carolina Maria de Jesus, uma mulher, pobre, negra, mãe, solteira, favelada e vencedora, cujo sonho era escrever, se mantém como objeto de estudos por todo o mundo.

Se você ainda não conhece a obra dessa  importante escritora brasileira, aproveite para iniciar hoje mesmo esta fascinante e surpreendente leitura!

Que tal aproveitar também para investir em você mesmo fazendo uma pós-graduação? Encontre seu curso por área de conhecimento e se destaque cada vez mais no mercado de trabalho!

Conheça nossas faculdades