Ir para o conteúdo
Mercado de Trabalho

Dia do Pedagogo: a história da data e o futuro da profissão

professor em sala para exemplificar dia do pedagogo

Você já parou para pensar na importância que o pedagogo tem na vida de todos nós? É esse especialista em educação quem contribui para a construção do nosso conhecimento e está sempre preocupado com a qualidade do ensino e do aprendizado. Pensando nisso, é justo que o dia do pedagogo seja uma data para celebrarmos esse profissional, não é mesmo?

Mesmo com grandes desafios, eles estão sempre se especializando e se adaptando às necessidades dos alunos. Por este e outros motivos, é importante que a sociedade reconheça cada vez mais o valor dos profissionais da pedagogia.

Se você quer saber mais sobre a importância da data que celebra esses trabalhadores da educação, como é o trabalho deles e quais são as tendências para o futuro da área, continue acompanhando este post!

Qual é o dia do pedagogo e quando a data foi criada?

O Dia Nacional do Pedagogo é comemorado em 20 de maio. A data foi proposta em um projeto de lei do deputado Eduardo Gomes, em 2010, e instituída através da Lei n° 13.083/2015.

Ao criar essa data, o objetivo principal foi lembrar a importância desses profissionais que estão envolvidos no planejamento, execução e na coordenação de atividades que na maioria das vezes são tão complexas.

Porque o dia do Pedagogo é importante

Além de lembrar como esses profissionais são fundamentais para educação de crianças e jovens, esse dia também serve para promover algumas discussões.

O Dia Nacional do Pedagogo é uma data importante porque pede uma reflexão sobre o papel que as famílias e a escola desempenham no desenvolvimento dos alunos, delimitando a responsabilidade de cada parte envolvida.

Mais além, esse debate existe para criar alternativas para a oferta de um ensino de qualidade, levando a uma formação profissional melhor e mais humanizada.

O trabalho do profissional de pedagogia

Agora que já conhecemos a origem da data, é importante lembrar como é o trabalho desses profissionais e, para isso, entender a etimologia da palavra “pedagogia” pode nos ajudar bastante.

A palavra pedagogia tem origem do gregao “paidagogía”: Paidós (criança) e agodé (condução). Ou seja, aquele que conduz a criança ou que educa a criança.

Partindo desse ponto, o pedagogo é aquele profissional que está envolvido nos processos da educação, seja no ensino infantil, fundamental, médio ou médio. Ele pode atuar em instituições de ensino públicas ou particulares, como professor, coordenador ou na gestão da escola.

Leia também: 6 cursos de pós-graduação EAD em Educação

Mas além de trabalhar com o planejamento de ensino e com o acompanhamento dos alunos, existem áreas fora do ambiente escolar onde os pedagogos também podem trabalhar.

Estas são algumas delas:

Pedagogia empresarial

O profissional que atua nessa área pode treinar colaboradores, fazer cursos de capacitação, palestras, entre outros. Ele é o responsável por garantir melhor ensino e aprendizagem das pessoas que trabalham na empresa, com o objetivo de motivá-las e qualificá-las.

Pedagogia hospitalar

Área na qual o pedagogo se dedica à educação e ao desenvolvimento de crianças e adolescentes durante o período de internação ou no qual estão doentes, impossibilitados de frequentar a escola.

Desenvolvimento de materiais didáticos

Outra forma de participar da construção do conhecimento dos alunos é trabalhando em editoras. Os pedagogos podem prestar serviços de pesquisa e análises que contribuem para a formulação de materiais didáticos que serão utilizados na educação básica. 

Quais são as expectativas para o futuro dessa profissão?

A área da pedagogia sempre precisará de profissionais que acompanhem as mudanças sociais e que se atualizem e aperfeiçoem para atender às necessidades dos alunos nesses contextos.

Se você é pedagogo ou tem interesse em trabalhar neste ramo da educação e quer saber o que esperar dele nos próximos anos, saiba que a tecnologia será a maior responsável por transformações

Adaptação à era digital

Com a pandemia, os pedagogos precisaram se adaptar ao ensino a distância, mas mesmo fora desse contexto, a tendência é que o ensino híbrido (misturando o presencial e online) faça parte da rotina de aprendizagem.

Ou seja, mesmo dentro da escola, os alunos poderão ter atividades online, como laboratórios virtuais e metodologias que exigem o uso de recursos tecnológicos.

Dessa forma, é fundamental que os pedagogos busquem se especializar e se preparar para promover o ensino e a aprendizagem em diferentes formatos de mídias, redes sociais, aplicativos, jogos digitais, realidade aumentada e diferentes modalidades de ensino. Além de ter o conhecimento para lidar com essa tecnologia, ele precisará ser um facilitador da autonomia dos alunos no uso dela.

Agora que você já sabe quando é o dia do pedagogo, porque essa data foi criada e o que esperar dessa profissão nos próximos anos, que tal se especializar?

Cada vez mais essa área precisará de profissionais preparados e você poderá se destacar cursando uma pós-graduação em Educação. Fazer uma pós-graduação EAD é a sua oportunidade de se aprofundar e atualizar os seus conhecimentos e atuar com excelência no mercado de trabalho. Aproveite!

Conheça nossas faculdades