Ir para o conteúdo
Curiosidades

Fake news: aprenda a identificar notícias falsas na internet

fake news

Nas últimas eleições, os brasileiros foram bombardeados durante toda a campanha por notícias falsas no Facebook e, principalmente, WhatsApp. Informações que não tinham credibilidade alguma foram repassados inúmeras de vezes. Através de usuários que não tiveram o cuidado de checar se eram verdadeiras. Ou, ao menos, publicada por uma fonte confiável.

Em uma sociedade em que qualquer informação chega em segundos do outro lado do mundo e pode ser divulgada por qualquer pessoa, como saber o que é verdadeiro ou falso? Por isso, separamos algumas dicas para você identificar as fake news.

 

Informações sem nexo

É importante sempre desconfiar de informações que não parecem verdadeiras. Uma dica é verificar se o que foi noticiado está em outro veículo de comunicação, se tem textos muito curtos e com pouco embasamento, se parecem teorias da conspiração ou atacam muito determinada pessoa. Se tiver estas características, a chance de ser fake news é alta.

 

A verdade está em todos os lugares

Se aquele artigo que você recebeu pelo Whatsapp está apenas em um blog, há grande chance de a informação não ser real. Isso porque a notícia verdadeira se espalha, conta com diversas fontes e é veiculada na maioria dos grandes meios de comunicação. Se estiver na dúvida, procure no Google sobre o assunto. Veja o que, e se, se outras pessoas estão falando sobre ele.

 

Confira a data e fonte

É muito comum que os divulgadores de notícias falsa compartilhem informações antigas sobre algo que aparentemente é recente. Muitas coisas que poderiam ser verdades no passado, hoje não fazem mais sentido. A disseminação de informações antigas como novas também é uma forma de fake news. Por isso, ao desconfiar da veracidade confira quando aquilo foi escrito.

 

Os maiores alvos

Em pesquisa realizada pelo Grupo de Pesquisas em Políticas Públicas da Universidade de São Paulo (USP), constatou-se que, principalmente em se tratando de política, três entre cada cinco notícias, são falsas. Normalmente, estas notícias são boatos. Ou dados que divulgados e bem disseminados, visam favorecer algum candidato ou partido em detrimento a outro.

 

Ferramentas que ajudam

Se mesmo com todas estas dicas você ainda desconfiar da veracidade na notícia, existem alguns sites que combatem a fake news, conheça:

 

Aos fatos

Aos fatos conta com um robô de inteligência artificial, checador de fake news. Se o leitor está com alguma dúvida sobre a veracidade de uma informação, basta enviar uma mensagem com o link da notícia via messenger. Baseado na relevância e origem da fonte, é possível confirmar se é ou não fake news.

 

e-farsas

Foi criado em 2002, muito antes de as fake news tomarem conta das redes sociais.  Ele desmascara farsas que circulam na internet. Dividido em várias temáticas, hoje, o mesmo criador, desvenda as inúmeras notícias falsas que circulam na internet brasileira.

 

Fake news podem ser detectadas também com conhecimento e para isso, nada melhor que estudar, não é mesmo? Se você acha que está ficando para trás na carreira, conheça nossos cursos de pós-graduação e escolha um que vai te ajudar a decolar.

 

Conheça nossas faculdades