Ir para o conteúdo
Crescimento Pessoal

Dia do Meio Ambiente: como ser mais sustentável no dia a dia

meio ambiente

Em  05 de junho é mundialmente comemorado o Dia do Meio Ambiente. A data foi escolhida em 15 de dezembro de 1972 pela Assembleia Geral das Nações Unidas na Conferência de Estocolmo, na Suécia. Na ocasião, o tema principal debatido era o Ambiente Humano. De lá pra cá, anualmente este dia é celebrado por organizações de apoio ao meio ambiente e a sociedade civil.

Ao longo destes anos, o planeta passou por muitas transformações que prejudicaram ainda mais a natureza. Toneladas de lixos nos oceanos, a desenfreada devastação das matas, aumento populacional e consequentemente de indústrias, veículos automotores, pecuária e agricultura, tudo afeta ao meio ambiente.

Para mudar este cenário, é necessária uma contribuição de todos, principalmente dos governos, com políticas em prol da natureza. Mas, se cada um fizer a sua parte trocando alguns hábitos do dia a dia, podemos amenizar os danos para o futuro. Veja estas dicas e comece agora mesmo a mudança.

Economize energia

No Brasil, grande parte da energia produzida é proveniente de hidroelétricas, ou seja, necessitam de água para ser gerada. Então, apague as luzes quando não houver necessidade, desligue aparelhos que não estão sendo utilizados, principalmente aqueles que ficam em stand by. Esta economia também será benéfica para o seu bolso.

Reveja o seu transporte

Quantos carros com apenas o motorista você vê diariamente nas ruas? Com certeza muitos. Esta atitude é extremamente prejudicial para o ar, isso porque um automóvel chega a liberar 400g de monóxido de carbono por quilômetro rodado. Para diminuir estes efeitos, grandes metrópoles como São Paulo e Cidade do México adotaram rodízios veiculares, nos quais durante um dia da semana carros com determinada placa não podem circular pela cidade. Apesar disso, a poluição ainda é grande. Para contribuir para um ar menos poluído, você pode compartilhar caronas, andar a pé, usar o transporte público, bicicletas e patinetes elétricos.

Reduza, recicle, reutilize

Com esses três R’s você pode mudar para sempre os hábitos da sua casa. Muita coisa que pensamos ser lixo, podem ser reaproveitadas. Por tanto, reduza o consumo de embalagens descartáveis, como plásticos e isopores. Se o uso for inevitável, busque descartá-los em lixos recicláveis. Você pode fazer isto em casa, muitas cidades têm coletas seletivas domiciliar, e em lugares que recebem os descartes. Já se o seu lixo tiver um potencial para reutilização, como potes de vidro e outras embalagens de longa duração, reutilize-o.

Mas não só são resíduos inorgânicos que podem ser reutilizados. Você também pode descartar o seu lixo orgânico com consciência utilizando uma composteira, por exemplo. Seus dejetos ainda podem ser usados para cuidar das plantas da sua casa.

Evite os descartáveis

Embalagens descartáveis, além de gerarem muito lixo, muitas vezes acabam parando nos oceanos prejudicando a vida marinha. Então, pense bem antes de pegar aquele copo descartável de plástico no escritório. Ou canudo na lanchonete e a sacolinha no mercado. Todos estes itens podem ser substituídos por outros de materiais duráveis. Muitas cidades já proíbem o uso de canudos plásticos. E esta é uma tendência que vem aumentando em todo o mundo.

Economize água

Este é um hábito que já deveria ser adotado por todos, mas sempre é bom ressaltar. Repense seu consumo de água, feche as torneiras ao escovar os dentes e lavar a louça, tome banhos curtos, use baldes no lugar de mangueiras para lavar o carro e o quintal.

Estes são apenas algumas das muitas práticas que você pode mudar no seu dia a dia. Mas, se você é um apaixonado pelo meio ambiente e quer estudar a fundo medidas que possam melhorá-lo, conheça nossas especializações na área.

Conheça nossas faculdades