Ir para o conteúdo
Carreira em Pauta

O que é preciso para trabalhar com Gestão de Projetos Sociais?

A gestão de projetos sociais tem sido uma das áreas com crescimento dentro das organizações, mas a busca por esses profissionais ainda tem sido difícil. Essa área trabalha com metodologias de gestão na área social, pois o setor social ainda tem alguns pontos para serem organizados e, para funcionar ainda melhor, ter um gerenciamento de projetos pode ser a solução.

Os projetos sociais têm duas etapas fundamentais para a sua gestão funcionar: colocar a mão na massa e ter certeza que tudo está acontecendo de acordo com o planejado. Esse profissional vai trabalhar com o início, meio e fim de um projeto social. Mas, para que serve a gestão de projetos sociais e como seguir nessa área? Continue lendo, pois é isso que vamos explicar neste artigo.

blog banner desconto em pós-graduação

O que é Gestão de Projetos Sociais?

A gestão de projetos sociais é a prática de pensar em ações, recursos, pessoas e parcerias para problemas complexos. Esse profissional tem o desafio de manter seu radar sempre atento para alguns aspectos:

  • Entrega a longo prazo;
  • Tempo de realização;
  • O que é necessário para realizar o projeto;
  • Principal motivo para realizar o projeto;
  • E para quem interessa esse projeto.

Mas, existe uma diferença da Gestão de Projetos Sociais para a gestão de projetos que acontece na área comercial. Isso porque os ambientes onde cada um dos projetos estão sendo implementados são diferentes e imprevisíveis. 

Qual a importância da Gestão de Projetos Sociais?

Essa área é importante para garantir o sucesso em um projeto, pois com uma gestão eficiente o resultado será dos melhores. Um dos principais objetivos dessa área é responder às necessidades de um grupo ou de um meio. 

A gestão de projetos sociais está ligada com o objetivo de transformação social. Isso quer dizer que os projetos trabalhados são os que não têm lucro, mas que prezam por melhoria nas condições de vida das pessoas e na garantia de direitos humanos.

Funções de um gestor de projetos sociais

Se você pensa em trabalhar nessa área, é preciso ser organizado, saber liderar times e garantir que todos os envolvidos conheçam cada etapa do projeto — e seu papel em cada uma delas. Um projeto sempre passa por cinco fases:

  • Início: para justificar a necessidade dele;
  • Planejamento: onde acontece a estruturação da execução;
  • Execução: momento de colocar em prática o que foi definido anteriormente;
  • Monitoramento: garantir que tudo está acontecendo da maneira correta;
  • Encerramento: fim do projeto e momento de identificar o que funcionou e o que pode ser melhorado numa próxima oportunidade.

Benefícios para o profissional de projetos sociais

Saber gerenciar projetos é uma forma de se destacar no mercado de trabalho, pois essa é uma área que tem crescido. Quando pensamos no setor social isso aumenta ainda mais, pois organizações têm buscado por profissionais especialistas em gestão de projetos sociais para planejar cada etapa de um projeto de forma mais eficiente.

Leia também: Pós em Serviço Social: entenda como funciona a especialização

Quem segue nessa área deve gostar de uma rotina dinâmica e de trabalhar com diferentes pessoas a todo instante. Afinal, cada projeto pode ter um time específico para ele, pois acontece em um determinado período.

O que as empresas esperam desse profissional?

A cada dia que passa as empresas buscam por profissionais que entregam projetos no prazo e seguem o custo planejado, mas que são capazes de identificar se esses projetos executados são os mais adeptos às organizações.

Essa área tem crescido em todo o mundo, mas ainda falta, em diversos profissionais, uma qualificação para seguir nesse setor. Sabemos que o conhecimento técnico já não é o suficiente para conseguir boas oportunidades, então quem deseja se destacar precisa desenvolver habilidades práticas e comportamentais que são necessárias em todos os setores.

Ter uma certificação na área, como um MBA em Gestão de Projetos Sociais, é uma forma de valorizar ainda mais o seu currículo e mostrar que você atende às expectativas das organizações. Essa pode ser a diferença que você precisava para se destacar e conseguir a oportunidade que sempre sonhou.

Como se especializar nessa área?

Se você deseja atuar com projetos sociais, a pós-graduação em Gestão de Projetos Sociais é uma ótima oportunidade. Para cursar essa pós é necessário ter finalizado a graduação em Serviço Social, Ciências Sociais, Direito ou ser um servidor público graduado em outra área. 

O curso é pensado para quem atua ou deseja atuar na gestão social, ampliando as possibilidades de intervenção social. O objetivo é desenvolver profissionais capazes de planejar, implantar e gerenciar projetos sociais que atendam às demandas sociais e às políticas públicas de desenvolvimento socioeconômico.

Seguir estudando e entendendo a área de gestão de projetos sociais é essencial para conseguir fazer parte desse setor. Por isso, conheça a Unime pós-graduação, que tem cursos de pós-graduação EAD e que vão te ajudar a impulsionar a sua carreira, rumo ao sucesso que você tanto sonhou.

Conheça nossas faculdades