Ir para o conteúdo
Carreira em Pauta

Como expor sua opinião nas redes sociais pode interferir na carreira?

pessoa digitando no celular com símbolos de social media para representar conteúdo sobre opinião nas redes sociais

Sabemos que as redes são excelentes plataformas para nos expressarmos, fazer novos contatos e até mesmo criar relações profissionais. Ao mesmo tempo, é preciso ter cuidado com a forma como damos nossa opinião nas redes sociais e como ela pode afetar a nossa carreira. Claro que aqui não estamos falando de ofensas raciais, de gênero, orientação sexual e xenofobia, por exemplo, que são crimes passíveis de punição e não devem ser praticados de maneira alguma.

O assunto é sobre como uma piada, um comentário maldoso ou um post que vai contra os valores de uma empresa podem te impedir de crescer profissionalmente e até mesmo causar sua demissão. Neste artigo, falaremos um pouco mais sobre as consequências de emitir a sua opinião nas redes sociais e o que fazer para não cometer erros que podem prejudicar a sua carreira. Continue a leitura para entender.

banner de pós-graduação com até 60% de desconto

Quais são as consequências de uma opinião nas redes sociais

Bem, cada rede social tem seus termos de uso que deixam bem claro o que é e o que não é permitido fazer na plataforma. Mas, além disso, é necessário ter muito bom senso ao fazer  postagens. Embora a etiqueta para usar as redes sociais não seja uma lei, ela precisa existir para que haja uma boa convivência entre os usuários, mas também para evitar que recrutadores tenham acesso a conteúdos que atrapalhem a sua credibilidade. E não estamos falando apenas do LinkedIn.

Recrutadores podem desistir da contratação

Você sabia que muitos deles podem pesquisar suas postagens e comentários sobre as empresas nas quais você já trabalhou ou sobre seu chefe no Instagram, Facebook e Twitter? Para eles, a ética profissional é uma qualidade muito valorizada – e você não vai querer perder uma oportunidade de emprego por ter falado mal dos seus antigos empregadores ou colegas de trabalho, não é mesmo?

Demissão por justa causa

Falar mal da empresa e dos seus chefes do trabalho atual podem gerar uma demissão por justa causa, de acordo com a alínea K do artigo 482 da CLT, que diz o seguinte: Constituem justa causa para rescisão do contrato de trabalho pelo empregador: k) ato lesivo da honra ou da boa fama ou ofensas físicas praticadas contra o empregador e superiores hierárquicos, salvo em caso de legítima defesa, própria ou de outrem;”. Então, é bom prestar atenção e evitar este tipo de conduta nas redes sociais.

Demissão sem justa causa

Hoje, as empresas esperam que o comportamento online de seus funcionários vá de encontro com os seus valores e cultura. Se a sua empresa preza pela preservação do meio ambiente, da igualdade de gênero e pelo trabalho em equipe, por que você faria qualquer post que não vá de encontro com estes valores? Aliás, o conteúdo que você posta não chega às empresas apenas pela pesquisa do RH. 

Hoje, muitos posts considerados polêmicos podem viralizar rapidamente e gerar uma grave crise de reputação para a empresa, como já aconteceu muito. Além disso tudo, os recrutadores entendem que se você tem um mau comportamento nas redes sociais, ele pode se repetir dentro da empresa. E ninguém quer contratar alguém com esse perfil. Para evitar tudo isso, é importante ficar atento a algumas atitudes, como as que veremos a seguir.

Como evitar que a sua opinião nas redes sociais atrapalhe a sua carreira

Embora a gente saiba que as redes sociais são plataformas em que podemos exercer a nossa liberdade de expressão e que não é um local muito formal, também é preciso pensar na importância que você dá à sua carreira. Veja algumas dicas de como dar sua opinião nas redes sociais da maneira correta:

1 – Cuidado com os perfis que você segue

Você já parou para pensar que os perfis do Instagram, Facebook e Twitter que você segue também são formas de demonstrar sua opinião e posicionamento em relação a muitos assuntos? Eles são éticos ou postam conteúdos ofensivos? Faça uma análise das contas que você segue e procure pensar no que um recrutador acharia a respeito.

Leia também: Uso de redes sociais no home office: qual o limite?

2 – Procure ser coerente

Não dá para demonstrar uma opinião ou postura na entrevista e nas redes sociais profissionais e dizer algo bem diferente no Twitter, por exemplo. É importante que as ideias que você expresse sejam coerentes, independentemente da plataforma.

3 – Preste atenção no seu tom de voz

Quer opinar em algum assunto polêmico ou importante? É claro que você pode e deve exercer a sua expressão, mas, para isso, preste atenção à forma como responde às pessoas que não pensam como você. Isso pode dizer muito sobre a forma como você se relaciona com os outros, especialmente em situações de conflitos de ideias.

4 – Respeite os seus valores e os valores da empresa

Assim como as empresas têm os valores e a cultura que regem seu trabalho, nós também temos valores que regem nossa conduta. Será que o seu comportamento e o seu conteúdo on-line estão de acordo com o que você se comprometeu a cumprir na empresa? As suas postagens respeitam também o que você acredita que pode fazer do mundo e da sociedade um lugar mais justo para todos? Este é um bom critério para guiar o seu conteúdo nas redes.

Gostou de saber quais cuidados precisamos ter ao emitir nossa opinião nas redes sociais para não ter a carreira prejudicada? Agora, é só se manter atento e evitar que um deslize te impeça de alcançar o sucesso no mercado de trabalho. E se você quer continuar investindo na sua evolução profissional, uma boa pedida é fazer um curso de especialização. Por isso, conte com a pós-graduação Unopar EAD. Inscreva-se na Unopar e comece a mudar o seu futuro profissional!

Conheça nossas faculdades