Ir para o conteúdo
Carreira em Pauta

PÓS EM FISIOTERAPIA CARDIORRESPIRATÓRIA: VALE A PENA INVESTIR?

Para conseguir evoluir na carreira, conseguindo posições mais seniores e salários mais atraentes, você não pode ficar apenas na graduação. É importante buscar novos conhecimentos na área de atuação que você pretende seguir e enriquecer o currículo com cursos relacionados. Se você está procurando se especializar numa área de atuação ampla e que tenha boa remuneração, saiba que a pós-graduação em Fisioterapia Cardiorrespiratória pode ser uma boa escolha para seguir carreira.

A fisioterapia cardiorrespiratória é uma área focada na prevenção e reabilitação dos pacientes com doenças e lesões no coração e nos pulmões. Ela atua sobre os sistemas cardíaco, respiratório, vascular e metabólico dos pacientes.

Como é o mercado de trabalho da fisioterapia cardiorrespiratória?

Os profissionais que se especializam nessa área têm muitas possibilidades de atuação. Quem faz essa pós-graduação pode atuar em enfermarias, UTIs, urgência e emergência, no pré e pós-operatório, equipes de cirurgia e no tratamento e acompanhamento de idosos em home care.

Aliás, o trabalho com a terceira idade é uma das principais atuações dentro dessa área. Segundo o IBGE, o Brasil tem uma população idosa de mais de 28 milhões de pessoas. E as doenças que mais acometem esse grupo, – como doenças cardiovasculares, AVC, pneumonia, enfisema e bronquite – demandam profissionais capacitados para trabalhar na reabilitação.

Atualmente, por conta do cenário de pandemia da COVID-19 que acomete o Brasil no momento, existe uma grande demanda por fisioterapeutas cardiorrespiratórios para trabalhar na reabilitação respiratória dos pacientes.

Esse especialista é fundamental para acelerar o processo de recuperação dos pacientes que desenvolveram a doença. Ele atua para evitar complicações cardiorrespiratórias nas pessoas que são internadas, contribuindo para o restabelecimento das funções pulmonares e motoras dos que já foram curados.

As intervenções através de exercícios, mobilizações e reabilitações precoces têm ajudado a salvar muitas vidas de pacientes que desenvolveram formas mais graves da COVID-19.

A grande demanda reforça a importância do profissional de fisioterapia cardiorrespiratória, que faz parte da linha de frente no combate à pandemia. Aliás, dentro da área da fisioterapia, esse nicho é um dos que oferecem as melhores remunerações.

Leia mais: O que esperar do mercado de trabalho no pós-pandemia?

Como é a Pós-Graduação em Fisioterapia Cardiorrespiratória

Durante o curso, os profissionais se aprofundam em conhecimentos específicos da fisioterapia cardiorrespiratória, e aprendem os processos de avaliação de pacientes cardiopatas e pneumopatas.

Outro destaque importante do curso é a aprendizagem prática sobre procedimentos essenciais, como a ventilação mecânica invasiva e não invasiva, a aspiração em pacientes e a aplicabilidade de oxigenoterapia.

A capacitação para atuar em equipes multidisciplinares também faz parte da grade curricular do curso. De forma geral, o aluno ficará qualificado para o mercado de trabalho, seja atuando como especialista nas instituições de saúde, como professor ou pesquisador.

Viu só como essa área é cheia de oportunidades? E tudo indica que a fisioterapia cardiorrespiratória vai ficar cada vez mais em evidência no setor da saúde. Portanto, investir em uma pós-graduação vai garantir que você se destaque e ainda receba uma boa remuneração.

E você sabia que na Pós Uniderp é possível encontrar este e muitos outros cursos de especialização com certificação em apenas 6 meses?

Se você está procurando qualificação e competitividade para a sua carreira, aproveite a oportunidade de fazer o seu MBA ou curso de pós-graduação EAD na Uniderp, com toda a comodidade e economia que o EAD oferece. Acesse o site da Uniderp e escolha o curso que vai transformar a sua carreira!

 

Conheça nossas faculdades