Ir para o conteúdo
Você na Pós

Pós-graduação em Engenharia de Controle e Automação: por que apostar nessa área?

Engenharia de Controle e Automação

Durante muito tempo, para algumas pessoas a ideia de ter sucesso profissional dependia apenas da escolha da profissão do momento. Porém, o que muitos acabam esquecendo é que uma especialização pode mudar o rumo da sua carreira. Na área de Engenharia, por exemplo, tem diversas especializações que seguem as preferências dos alunos, como a Engenharia de Controle e Automação — que é o assunto principal deste artigo.

Se tem uma área que se mantém atualizada constantemente é a Engenharia e isso acontece devido o seu desenvolvimento que é muito dependente dos rumos tecnológicos que um país assume. As engenharias mais tradicionais estão muito ligadas a investimentos públicos na indústria e comércio, pois é por meio dessas contribuições que a infraestrutura cresce e, com ela, surge a necessidade da contratação de novos engenheiros.

banner de pós-graduação com até 60% de desconto

Com a Indústria 4.0 (ou 4ª Revolução Industrial, como também é conhecida), o trabalho do engenheiro é ressignificado e passa a precisar dominar os sistemas de informação, além dos conceitos físicos e técnicos da própria profissão. E é nesse momento que a Engenharia de Controle e Automação, entre outras áreas, ganha destaque no mercado.

Mas, afinal, vale ou não fazer uma pós-graduação em Engenharia de Controle e Automação? Neste artigo, vamos falar sobre isso, como é essa área de atuação e razões para apostar nessa especialização. 

A pós-graduação em Engenharia de Controle e Automação

Como falamos acima, no contexto da Indústria 4.0, a Engenharia de Controle e Automação é uma das grandes promessas para as Ciências Exatas. Mas, existem algumas ressalvas sobre a escolha da profissão. A tecnologia tem evoluído de uma forma que ainda nos impressiona e as fábricas já têm sofrido alguns impactos. 

Por exemplo, o surgimento de fábricas automatizadas movidas por softwares, onde o algoritmo é capaz de aprender a desempenhar as tarefas que antes eram realizadas por seres humanos e, então, o papel desse engenheiro vai assumir novos rumos. Mas, antes de mais nada, os atributos tipicamente humanos são valorizados ao longo do curso e da profissão. 

Leia também: Afinal, vale a pena uma pós-graduação em Engenharia de Manufatura Mecânica?

Esses atributos coincidem com as chamadas soft skills, que são habilidades menos técnicas e mais gerenciais (no caso dos Recursos Humanos), e englobam a proatividade, criatividade, trabalho em equipe, liderança, comunicação e gerência do próprio tempo.

Normalmente, o engenheiro de automação é quem atua na criação e execução de instalações de sistemas de controle manufaturados. Ele é quem planeja e coordena as equipes para manter funcionando a automação utilizada nos mais diversos processos industriais, e faz isso por meio de medições, testes e manutenções nos equipamentos.

Com a evolução e independência tecnológica do maquinário de fábricas, a Engenharia de Controle e Automação assume um novo significado. Como o mercado tem se modificado constantemente, é possível supor que o profissional passe a ser solicitado na adequação de estrutura às diferentes necessidades das empresas, sendo menos operacional e mais estratégico.

A Engenharia de Controle e Automação está lado a lado com a Indústria 4.0, ou 4ª Revolução Industrial, baseia-se na Internet das Coisas (IoT), no aprendizado da máquina e utiliza servidores remotos para trocar dados.

Razões para ser um Engenheiro de Controle e Automação

Agora que já entendemos melhor sobre as funções e necessidades da área, selecionamos alguns pontos importantes para você pensar se a Engenharia de Controle e Automação é pra você ou não.

Possibilidade de atuação em diversas áreas

Na Engenharia de Controle e Automação é possível unir os conhecimentos e competências de diversas áreas, e oferece uma formação ampla. Por isso, os profissionais especializados nessa área têm diversos segmentos para explorar.

Indústria: aqui engloba petroquímicas, siderúrgicas, metalúrgica, portuária, mineração e automobilística. Também é possível atuar em sistemas de tratamento de água e esgoto e usinas de energia.

Serviços: aqui esse profissional vai atuar com projetos de automação residencial e predial. Por exemplo, instalação de dispositivos que ligam as luzes ou ar-condicionado.

Saúde: neste setor, ele vai atuar no desenvolvimento e manutenção corretiva (e preventiva) de equipamentos hospitalares. Esse é, inclusive, uma área em crescimento.

Média salarial

Uma das curiosidades mais recorrentes é sobre a média salarial no mundo da Engenharia. No Brasil, essa área tem um salário mínimo, regulado em legislação e, assim, é estabelecido um piso de acordo com a carga horária diária de trabalho. A média salarial para o Engenheiro de Controle e Automação, de acordo com o Guia de Profissões da Catho, é de R$ 5.761,79. Enquanto na consultoria Love Mondays, o valor médio para esse especialista é de R$ 6.856 por mês.

Carreira em crescimento

Essa é uma área que o mercado tem aquecido com frequência e possui boas perspectivas de crescimento. Isso acontece porque qualquer indústria, independentemente do porte, que pretende se adaptar ao mercado atual vai precisar desse engenheiro.

Profissão do futuro

Como já falamos, a Indústria 4.0 é uma grande aliada dessa especialização e ela já começa a dar os primeiros passos aqui no Brasil. A 4ª Revolução Industrial é uma transformação que vai modificar os modelos de negócios e os processos produtivos, implementando o uso de dispositivos inteligentes — que são usados desde a fabricação até a entrega do produto final ao consumidor.

Ou seja, se continuar assim, a tendência é aumentar a demanda por profissionais dessa área para desenvolver, atualizar e aperfeiçoar os sistemas robóticos, além de adaptar os softwares voltados para essa produção nas fábricas mais inteligentes.

É possível entender que a Engenharia de Controle e Automação tem grandes chances de ser uma das profissões do futuro, e para fazer parte desse ciclo é importante começar a se mexer e estudar. Opções não faltam para isso e você pode começar sua formação a qualquer momento na área de Engenharia e Arquitetura. Aproveite para conferir cursos de pós-graduação Unopar em outros segmentos e conte com pós Unopar para transformar o seu futuro profissional. 

Conheça nossas faculdades