Ir para o conteúdo
Curiosidades

Quem foi Eva Perón?

Eva Perón

Provavelmente você já ouviu falar em Eva Perón, ou Evita, como gostava de ser chamada e ficou conhecida. A argentina mais famosa da história era filha bastarda de um fazendeiro com a jovem Juana Ibarguren, e nasceu no dia 7 de maio de 1919 no povoado de Los Toldos, a oeste da capital Buenos Aires.

Sua infância foi difícil, junto com sua mãe e seus quatro irmãos também filhos do fazendeiro. Após a morte do pai, a família se mudou para a província de Buenos Aires.

Naquela época Evita era ambiciosa e tinha o sonho de ser uma artista reconhecida. Certa vez disse que só se casaria com um príncipe ou um presidente. Devido a sua infância e juventude difíceis, Eva foi uma moça geniosa e rebelde e, aos 15 anos, em 1935, mudou-se para a capital para realizar seu sonho.

A jovem conquistou seu espaço na cena artística argentina e, em 1937, estreou no cinema com o filme Segundos Afuera. Seu talento foi reconhecido e, a partir daí, iniciou a carreira de atriz de radionovelas.

Casamento e vida pública

Anos após estrear como atriz, em 1944, Evita conheceu Juan Domingo Perón, que a época era Ministro do Trabalho e da Guerra e ex-vice-presidente do país. Mas, no ano seguinte, foi preso por militares que se opunham a sua política populista. Para defender o então namorado, Evita organizou comícios, que forçaram as autoridades a soltá-lo.

Em 1946, após a libertação, Evita e Perón se casaram e, no mesmo ano, foi eleito presidente. Assim, o desejo de Evita de se casar com uma figura importante se realizou e ela se transformou em uma primeira dama amada e respeitada.

Apesar de não ser uma política eleita, Evita fez muito pelo seu povo. Em sua trajetória de apenas sete anos de vida pública, fez diplomacia e foi recebida com honras de chefe de estado em países como Espanha, França e Vaticano. Além disso, fez um largo trabalho em assistência aos pobres, construindo hospitais, distribuindo roupas e mantimentos. Assim, criou a Fundação Eva Perón, na qual atendia pessoalmente os necessitados.

Na mesma época foi fundado o Partido Peronista Feminino, em que eram debatidas questões populistas. Seu sucesso era tamanho que os seus seguidores clamavam por uma chapa presidencial entre Juan Perón e Evita.

Doença e morte

No auge de sua popularidade, Evita descobriu um câncer no útero e isso fez com que ela se afastasse da carreira política para se tratar. Durante os meses em que esteve enferma, aconteceu um levante militar para destituir Perón. Com medo de seu marido perder o poder, Eva negociou a compra de armas para a distribuição entre seus apoiadores armarem um golpe. Mas antes disso acontecer, em 26 de julho de 1952, aos 33 anos, Evita morreu em decorrência de seu câncer.

Hoje, o mausoléu de Evita encontra-se no cemitério da Recoleta em Buenos Aires e está aberto à visitação.

Conheça nossas faculdades