Ir para o conteúdo
Crescimento Pessoal

Técnicas de oratória: como falar bem em público

oratória

Falar em público é um desafio para muitos. Seja para a apresentação de um trabalho na faculdade, uma reunião no escritório ou uma palestra para centenas de pessoas. Os obstáculos são os mesmos: falar bem e com clareza. Porém, como conseguir isso mesmo quando se sabe muito sobre o conteúdo, mas falta desenvoltura e familiaridade com plateias? A gente te ensina algumas técnicas que vão te ajudar!

Apelo emocional

Uma tática muito usada pelos oradores na hora de contar uma história é a do apelo emocional. Quem nunca ficou tocado com uma história de vida inspiradora, de superação, de amor ou conquistas durante uma apresentação? Esse tipo de abordagem faz com que os ouvintes se identifiquem com o orador e criem empatia, algo essencial quando se precisa ter atenção plena.

Para isso, você pode contar histórias que te levaram até onde você chegou e que sejam relacionadas ao assunto abordado, fazer citações que você considere inspiradoras, entre outras coisas que “toquem” os seus ouvintes.

Controle do ritmo da fala

Outro ponto fundamental para um bom discurso é o ritmo da fala. Quando o orador fala muito rápido, atropelando as palavras e sem respirar, pode passar falta de confiança e nervosismo para os ouvintes e o contrário também pode acontecer. Ao falar muito lentamente, pode transmitir uma sensação de despreparo e perda de foco.

O ideal neste caso é definir um ritmo e cadência. Você pode falar pausadamente, mas com intervalos de, no máximo, dois segundos. Recomenda-se fazer uma breve pausa a cada ponto final ou no meio de uma frase, se ela for muito longa. A fala desacelerada é importante para o entendimento do público. Por exemplo, em um ambiente aberto para muitas pessoas é preferível se expressar de maneira mais calma, para que todos entendam o que está sendo dito. Já com um público menor, ela pode ser um pouco mais acelerada e intensa, desde que clara.

Ensaie sempre

Seja você experiente ou iniciante na arte da oratória, ensaie sempre que for fazer uma apresentação. Assim, não será pego de surpresa. Você pode fazer isso de diversas formas. Ao treinar falando para uma câmera, você conseguirá se assistir diversas vezes e entender os pontos que podem ser melhorados. Porém, se você prefere receber o feedback de terceiros, chame alguns amigos ou familiares e não tenha vergonha. Assim, eles podem te dizer se o tom de voz está adequado, se você tem algum tique, se a sua postura está boa etc.

O treinamento é fundamental para que o seu cérebro entenda que o ato de falar em público é algo familiar. A dinâmica é a mesma dos atletas que treinam o corpo e a mente para na hora da competição estarem preparados para o desafio. Por isso, só encare a plateia quando estiver seguro. As palavras-chave para um bom discurso são: conteúdo, ênfase da voz e conexão visual e muito treino.

Se você quer começar o ano estudando e colocando em prática todo o seu poder de oratória, conheça os nossos cursos de pós-graduação e escolha o melhor para você aqui.

 

Conheça nossas faculdades