Ir para o conteúdo
Você na Pós

5 dicas para economizar e investir na sua pós

economizar para fazer pós-graduação

A decisão de começar uma especialização é sempre permeada de ansiedade e muitas expectativas, inclusive, a financeira. Isso poderia ser um empecilho, mas para quem realmente quer chegar lá, entender esse momento e se programar para vivê-lo é uma das decisões mais acertadas que podem ser tomadas na vida adulta.

Tornar-se um profissional especialista refina o olhar para desenvolver projetos e buscar soluções e, consequentemente, aumenta o seu valor frente ao mercado. Ou seja, o dinheiro que é investido para os estudos retorna. E, de forma ainda mais rápida, se comparado ao período de graduação no qual o estudante passa por algumas fases com remunerações menores, como trainee e os juniores.

Para ajudar quem quer começar a dar forma a este sonho, existem algumas dicas muito úteis. Confira:

Organização antes de tudo

Pode parecer uma pergunta óbvia, mas você realmente sabe quais são todos os seus gastos? Quando se fala do dinheiro que sai, só o que vem à cabeça são as grandes contas fixas, como aluguel, transporte e alimentação, por exemplo, mas aquele almoço feliz com os colegas do escritório ou a escapada do fim de semana também ter que estar na ponta do lápis. Abra uma planilha e deixe-a disponível offline no seu smartphone, assim será possível ir adicionando as despesas esporádicas e saber quanto (e se) pode gastar e quanto se deve economizar. Existem alguns aplicativos que podem te ajudar também, falamos sobre alguns deles aqui.

Cada um conhece o próprio bolso

Os coachs financeiros recomendam que ao menos 30% dos seus rendimentos mensais sejam poupados ou investidos, logo você deverá tentar incluir todas as suas despesas dentro dos 70%.

Se neste momento esse objetivo não for possível, faça uma autoavaliação e eleja suas prioridades, sempre lembrando que o investimento na sua educação vai gerar renda a curto ou médio prazo, ou seja: retorno rápido.

Faça algumas escolhas

Pode ser que seja necessário cortar alguns gastos para alcançar a pós, mas esse é um exercício interessante de consumo. Reflita: é realmente necessário ter um celular pós-pago? Hoje em dia é fácil encontrar wi-fi aberto, o que permite chamadas em vídeo gratuitas, por exemplo. Outros gastos que tomam muito da renda fixa, como tratamentos cosméticos, restaurantes e roupas, podem ser revistos e ressignificados.

Cogite o transporte público

Ter um veículo compensa financeiramente apenas para um grupo seleto de pessoas que anda com o carro durante todo o dia, como no casos dos representantes ou vendedores. Seus gastos, incluindo manutenção, IPVA, seguro e combustível, são muitas vezes incompatíveis se comparados ao uso combinado de ônibus, metrô e transporte particular de aplicativo. Separe alguns minutinhos do seu dia e veja o que é financeiramente mais viável hoje.

Dê preferência a bibliotecas e sebos

Durante os anos de estudos, é muito comum deixar uma quantia significativa em livros e mais livros. As bibliotecas públicas contêm muitos títulos para empréstimo, além de material histórico, como jornais e revistas de décadas atrás. Mas se você não reside em um grande centro, tente os sebos virtuais. Eles são uma ótima e barata fonte de conhecimento.

As dicas são fáceis de lembrar e aplicar. Faça um teste e veja quanto consegue salvar em um mês e aplique isso em uma perspectiva mais longa. O esforço para trilhar um caminho mais confortável no futuro valerá a pena.

Agora que você tem as informações na mão, que tal tirar os planos da pós do papel? Clique aqui e conheça todas as nossas opções a valores acessíveis.

Conheça nossas faculdades