Ir para o conteúdo
Crescimento Pessoal

5 dicas para você ter assertividade na comunicação e se desenvolver

Uma das habilidades comportamentais mais valorizadas no meio corporativo é a assertividade na comunicação. Mas você sabe o que isso significa e como desenvolver essa competência? Além de favorecer o seu relacionamento com colaboradores e chefes, ela te ajudará a se sentir mais confiante no trabalho e atingir melhores resultados

Neste artigo, vamos falar mais sobre o significado de comunicação assertiva e te dar boas dicas de como começar a desenvolvê-la. Acompanhe.

blog banner desconto em pós-graduação

Qual é o significado de comunicação assertiva?

A comunicação assertiva é a capacidade de expressar seus pensamentos, suas opiniões e sentimentos de forma coerente e que possa ser claramente compreendida pelas outras pessoas.

Quando essa comunicação é feita de forma correta, ela ajuda a pessoa a manter relações saudáveis, resolver conflitos, ser capaz de reduzir o estresse e ganhar o respeito de outras pessoas.

Embora essa seja uma habilidade extremamente importante para o crescimento pessoal e profissional, não é algo que todo mundo sabe fazer naturalmente. A boa notícia é que existem algumas formas de aprender a desenvolver a comunicação assertiva e vamos te apresentá-las a seguir.

Confira 5 dicas para ter assertividade na comunicação

1 – Seja claro

O primeiro passo para ter uma comunicação mais assertiva é a objetividade. Se você vai liderar uma reunião, passar instruções presencialmente ou por e-mail ou fazer uma apresentação, por exemplo, é fundamental que você saiba qual é o foco daquela mensagem. 

Anote as palavras-chave e a ideia principal daquele discurso. Garantir que a informação que você está transmitindo não abra brechas para outras interpretações é fundamental para que você tenha sucesso ao se comunicar.

2 – Aprenda a usar a expressão corporal

Muito da nossa comunicação é não verbal. E ela fala com as pessoas muito antes de abrirmos a boca. Por isso, ter uma boa postura e fazer contato visual com os presentes é fundamental.

Outro ponto importante é garantir que a sua expressão facial e os gestos que você está fazendo estejam totalmente alinhados com a informação que você está falando. Atitudes como não cruzar os braços ou pernas também te ajudam a passar uma mensagem mais segura e profissional.

Se você puder estudar sobre linguagem não verbal e começar a praticá-la diariamente, notará a grande diferença na forma como as pessoas recebem a sua mensagem.

Leia também: O que é escuta ativa e sua importância no desenvolvimento pessoal e profissional

3 – Preste atenção ao tom da sua voz

Além da expressão corporal, o tom da voz também ajuda a determinar a forma da comunicação. Ou seja, você precisa garantir que o seu tom de voz e a sua entonação correspondam aquilo que você está querendo dizer.

Mas independentemente da mensagem, o seu tom nunca pode transmitir a ideia de irritação ou rispidez. Lembre-se que, mesmo que for chamar a atenção para um erro, apontar alguma falha ou ponto negativo, o seu tom de voz precisa ser firme e calmo. Por mais difícil que seja, usar o tom de voz adequado é o que vai determinar o equilíbrio numa conversa.

 4 – Esteja presente no momento

Você já ouviu falar de mindfulness? Esse conceito significa estar presente no momento e não pensar em outras pessoas a não ser aquelas que estão ali com você. Quando estiver em uma conversa, você precisa garantir que estará presente e totalmente focado em ouvir o que a outra pessoa tem a dizer. 

Não se distrair com o que está acontecendo ao redor ou com seus próprios pensamentos também é uma forma de mostrar respeito pelo outro. Afinal de contas, a comunicação assertiva envolve saber transmitir informações verbais e não verbais, mas também praticar a escuta ativa.

5 – Use a técnica do “eu”

Uma dica de ouro para começar a ser mais assertivo ao se comunicar é usar a técnica do “eu”. Quando você usa essa técnica, deixa as pessoas saberem o que você quer de fato e o que você realmente está sentindo sem parecer que está jogando a responsabilidade para o outro.

Por exemplo, ao invés de dizer “você está errado”, prefira dizer “eu discordo”. Quando precisar de algo, evite dizer “Você precisa fazer isso” e de preferência para “eu gostaria que você fizesse isso”.

Consegue observar como pequenas mudanças e adaptações no seu discurso podem fazer toda a diferença na forma como a pessoa interpreta aquela mensagem?

Sabemos que não é fácil conseguir mudar a forma como você se comunica, mas isso não tem que ser feito de uma hora para outra. Coloque essas dicas para ter assertividade na comunicação em prática e aos poucos você verá como ela te ajudará a se desenvolver profissionalmente e em outros aspectos da sua vida.

E falando em desenvolvimento, temos outra dica para te ajudar a chegar mais longe: fazer uma pós-graduação EAD na Anhanguera.

Conheça nossas faculdades