Ir para o conteúdo
Crescimento Pessoal

Empatia: a importância de conseguir se colocar no lugar de outra pessoa

A empatia tem sido uma pauta em alta e um dos temas mais importantes. Isso porque ser uma pessoa empática é conseguir se colocar no lugar do outro. Tanto na vida pessoal como no mundo profissional, essa é uma característica que tem sido cada vez mais necessária, pois estamos falando de pessoas. 

Ou seja, o sucesso nos negócios depende de um bom processo em valorizar a empatia no trabalho. Qual o significado de empatia? Isso é o que vamos falar ao longo deste artigo ao abordar o  conceito e sobre como exercê-lo com o próximo. 

blog banner desconto em pós-graduação

Qual o significado de empatia?

A empatia é a capacidade de entender emocionalmente outra pessoa e se coloca no lugar dela, ou seja, sentir o que ela poderia estar sentindo em algumas situações. É sobre estar disposto e conseguir entrar em contato com uma sensação que não é sua.

Deixamos a empatia aparecer quando somos sensíveis a alguém e ao nos aproximar da forma mais verdadeira, sem preconceitos e julgamentos. Assim, é mais fácil decidir algo adequado e coerente sobre as situações, pois o ser humano consegue demonstrar a sabedoria e maturidade com os demais.

Conheça os 3 tipos de empatia

Para Paul Ekman, psicólogo americano e referência em estudos das emoções humanas, revela que existem três tipos de empatia. São elas:

1 – Empatia cognitiva

Ela refere-se à capacidade de entender o estado mental de outra pessoa. É a forma de conseguir assimilar os motivos que levaram a determinada conclusão, formação de opinião ou atitude por parte do outro.

2 – Empatia emocional

Aqui é possível sentir da mesma forma que a outra pessoa – e vai além de entender somente a perspectiva dele. É sobre a preocupação com o bem-estar do outro e a certa angústia quando você imagina o sentimento que está no coração dela.

3 – Empatia compassiva

O último é a empatia compassiva que trata dos sentimentos afetados pela perspectiva e emoções do outro ponto. Ou seja, nos mobilizamos de forma prática em função da empatia. 

Os principais benefícios de ser uma pessoa empática

Muitos são os benefícios desse comportamento e, ao contrário do que pensam, isso faz bem para os outros e para a gente também. Confira abaixo alguns deles:

  • Ajuda a criar conexões

Ter uma postura empática facilita a criar conexões emocionais com os outros e ajuda a fortalecer a inteligência relacional — que é sobre relacionamento intrapessoal — e melhora a convivência que contribui até na vida profissional.

  • Reduz o estresse

Ter um comportamento mais empático ajuda a regular as próprias emoções e é aqui que entra a inteligência emocional. Dá para gerenciar melhor as reações e as atitudes, além de solucionar conflitos da melhor maneira e, assim, diminuir o estresse em grande parte do dia a dia.

  • Facilita as relações interpessoais

O ser humano é capaz de replicar os sentimentos de outras pessoas e isso nós já entendemos. Ter uma postura empática gera respostas dos que estão à sua volta. Assim, as relações interpessoais ficam mais saudáveis em todos os âmbitos da sua vida.

Como desenvolver a empatia?

Ser mais empático é um processo e não acontece da noite para o dia, pois tudo é questão de processo. Por isso, é necessário entender a importância dela para a sua vida e colocar aos poucos as suas atitudes e pensamentos. Para isso, existem algumas práticas a serem adotadas, como:

  • Tenha uma escuta sensível e demonstre real interesse pelo que o outro tem a dizer;
  • Mantenha um diálogo empático e mostre para o outro que você entende o que ele tem a dizer;
  • Dê abertura verdadeira para críticas construtivas;
  • Faça contato visual e saiba interpretar a linguagem não-verbal do outro.

Além de conseguir compreender o que o outro tem a dizer e passar, conseguir se posicionar de forma a ser compreendido é importante. Conseguir explicar o nosso ponto de vista de maneira objetiva e coerente, sem se impor, é o ponto principal para alcançar o outro no discurso. É sobre conseguir argumentar e não apenas levantar bandeiras.

Implementar esse conceito no dia a dia é uma maneira de ajudar o outro e a si mesmo, pois essa é uma habilidade que nos ajuda a manter bons relacionamentos pessoais e profissionais, além de conseguir mostrar na prática o nosso comportamento empático.

Ao ser capaz de compreender outros pontos de vista, é possível entender que cada pessoa é independente e é por isso que devemos conhecer outras realidades e saber como ajudar essas pessoas. Dessa forma, você vai perceber que conseguiu exercer todos os tipos de empatia possível. Lembre-se que desenvolver novas habilidades é importante tanto na vida pessoal como profissional. 

Conheça nossas faculdades