Ir para o conteúdo
Mercado de Trabalho

Headhunter: o que é e como fazer para ser notado por um

boneco azul de destaque para ilustrar texto sobre headhunter

O headhunter é uma função relativamente nova no mercado. Isso porque, antigamente, os recrutadores eram aqueles que avaliavam os currículos para as pessoas que pretendiam entrar na empresa e, a partir das informações ali contidas, escolhiam quais eram as pessoas que mais se encaixavam para a função que estavam procurando.

O headhunter tem como função algo semelhante, mas, ao invés de avaliar somente as pessoas que estão dispostas a fazer parte do time, eles vão atrás de profissionais que nem ao menos sabiam sobre a vaga, mas possuem o perfil ideal.

O que é um headhunter?

O termo headhunter significa “caçador de cabeças” e o termo já dá uma boa ideia do que o profissional faz. Raramente, eles são chamados para encontrar profissionais para cargos genéricos, sendo procurados pelas empresas quando essas precisam de pessoas em cargos estratégicos e peças-chaves na organização. Os headhunters podem trabalhar de forma individual ou mesmo para uma agência especializada nesse tipo de serviço, que é acionada sempre que necessário.

Depois de se consolidar em uma área, uma das maiores conquistas de um profissional é quando um headhunter o procura para fazer uma proposta, ou seja, quando ele não precisa mais ir atrás de vaga no mercado e, sim, é convidado a fazer parte de uma equipe pelo reconhecimento do seu trabalho. Confira algumas dicas de como se tornar visível para esses profissionais e ser convidado para a próxima vaga.

1 – Mantenha um perfil do LinkedIn sempre ativo

O LinkedIn é a rede social mais usada pelos headhunters para encontrar a pessoa certa. Por isso, escolha um título para o seu ramo de atuação que englobe diversas atividades que você já realizou. Por exemplo, ao invés de colocar “Gerente Geral” o que acha de “Atendimento / Novos Negócios”? Essa mudança pode ser a grande diferença na hora da pesquisa pelo cargo no campo de busca.

Leia também: Como ser encontrado por recrutadores no LinkedIn?

Tenha uma foto profissional bem-humorada, simpática e de bom gosto. Não utilize imagens em roupas de banho, sem camisa, em festas ou com cigarro e bebida nas mãos. Lembre-se de que essa será a sua carta de entrada no ambiente corporativo. Preencha todos os campos e mantenha o seu perfil completo.

2 – Trabalhe para ser um especialista

Você é muito bom em algo que faz? Então, invista todas as suas forças em melhorar a sua habilidade para que ela se torne referência no mercado. Por mais que muitas pessoas ainda acreditem que o profissional precisa ser multifocal e fazer um pouco de tudo no local em que trabalha, a verdade é que encontrar especialistas em determinadas áreas, principalmente as tecnológicas, é uma tarefa árdua. Mostre o seu valor para o mercado e logo um headhunter irá te procurar.

3 – Quem não posta, não é notado

Na era da comunicação digital, estar nas redes sociais é um pré-requisito. Se as empresas já têm perfil próprio, está na hora de você fazer o seu. Você pode usar as redes sociais para fazer publicações sobre os seus trabalhos e conquistas, apresentando suas habilidades e pontos fortes e reforçando aquilo que você faz de melhor. Essa propaganda de si mesmo não precisa nem ao menos que você apareça, mas que faça uma boa divulgação do seu produto. Está na hora de colocar a sua veia publicitária para funcionar e trazer uma boa visibilidade para o seu currículo.

4 – Não desapareça

Para que seu trabalho continue sendo visível, faça divulgação e não esqueça de estar sempre em contato com as pessoas que conheceu e que podem fazer diferença na hora do boca a boca. Ser lembrado por ex-colegas de faculdade, pós-graduação ou de um antigo trabalho é a maior prova de que você está sendo notado pelo mercado. Portanto, invista alguns momentos da semana para reforçar essa conexão entre seus colegas de área, converse com eles para saber o que eles estão fazendo, mostre um pouco dos projetos que tem participado, comente sobre algum curso que você fez etc.

5 – Não se esqueça do networking

Taí algo que muita gente fala, mas pouca gente faz. Entrar em contato com pessoas que trabalham em funções próximas à sua pode te surpreender, principalmente quando elas podem te indicar para outras vagas, trocar informações importantes para o seu crescimento profissional e, quem sabe, não ser um headhunter em algum evento corporativo?

Uma das melhores formas de fazer networking é iniciar uma pós-graduação. Lá, você entrará em contato com profissionais especializados que poderão te dar várias dicas de como alavancar o seu caminho de sucesso. Conheça os cursos da Unopar e veja qual mais se adequa com o seu objetivo. São cursos rápidos, de 6 ou 10 meses de duração, com aulas totalmente online e flexibilidade de horários, tudo para que você não perca essa oportunidade, mesmo enquanto trabalha. Faça a sua inscrição!

Conheça nossas faculdades