Ir para o conteúdo
Curiosidades

O que é blockchain e como funciona

o que é blockchain

Você já ouviu falar em criptomoedas e até gostaria de comprá-las, mas fica em dúvida se as transações são confiáveis? Então, você precisa entender o que é blockchain e como funciona esta tecnologia que está por trás da segurança de Bitcoins e outras moedas virtuais.

Com o avanço da tecnologia, as pessoas trocam e-mails, mensagens e interagem de muitas formas, compartilhando conteúdo confidencial apenas do ponto A para o ponto B. Mas, você já parou para pensar por que quando se trata de dinheiro ou documentos, ainda precisamos de uma terceira parte, como os bancos, por exemplo?

A verdade é que o blockchain pode nos livrar de algumas burocracias e deixar muitas transações – não só as financeiras – muito mais seguras. Para saber mais sobre ele, como funciona e onde pode ser utilizado, continue acompanhando este artigo.

banner de pós-graduação com até 60% de desconto

O que é blockchain

Blockchain é uma tecnologia que, usando matemática e criptografia, oferece uma rede de base de dados descentralizada para qualquer transação, seja ela de valores, bens, dinheiro, propriedade, trabalho e até mesmo votos. Ele cria um registro o qual a autenticidade pode ser verificada por toda a comunidade.

Para entender melhor, veja a seguir como este processo acontece.

Como funciona o blockchain?

A tecnologia blockchain é uma estrutura que coleta conjuntos de informações, conhecidos como “blocos”, em diversas bases de dados, que são conhecidas como “corrente”, em uma rede peer- to -peer. Esse armazenamento é conhecido como livro-razão digital.

Todas as transações nesse livro-razão são autorizadas pela assinatura digital do dono, que autentica a transação e a protege contra adulterações. Por isso, as informações contidas nesse livro-razão digital são altamente seguras.

Para simplificar, o livro-razão digital é como se fosse uma planilha do Google compartilhada entre diversos computadores em uma rede, na qual os registros de transações ficam armazenados. Todos podem ver estes dados, mas não podem alterá-los, apenas validá-los.

Vejamos o passo a passo de como este processo acontece usando como exemplo uma transação com Bitcoins:

  1. Uma nova transação com Bitcoins acontece;
  2. A transação é transmitida para uma rede de computadores peer to peer espalhados ao redor do mundo;
  3. Essa rede de computadores resolve equações para confirmar e validar a transação;
  4. Quando essa transação é confirmada como legítima, ela é agrupada em blocos;
  5. Esses blocos são acorrentados, criando um histórico de todas as transações, de forma permanente;
  6. A transação está completa.

Apesar de utilizarmos uma criptomoeda como exemplo, o mesmo processo é utilizado para transações de diversos tipos. Veja a seguir onde mais essa tecnologia está sendo utilizada

Para que é usado o blockchain?

O blockchain veio para desafiar o status quo de uma forma radical, e já é utilizado para garantir a segurança e simplificar processos que geralmente são muito burocráticos.

Veja para que é usado o blockchain atualmente:

Serviços financeiros: algumas carteiras de criptomoedas, como a ABRA, usam o blockchain para rastrear saldos armazenados em diferentes moedas. Já o banco britânico Barclays usa a tecnologia em diversas iniciativas para rastrear transações financeiras, compliance e combate a fraudes. 

Mídia: a Kodak anunciou que está desenvolvendo um sistema de blockchain para rastrear direitos de propriedade intelectual e de pagamentos aos fotógrafos.

Governo: a iniciativa Follow My Vote está criando um sistema mais seguro e transparente de votação.  Ela tem o objetivo de reduzir as chances de fraude e promover mais acessibilidade à democracia através do blockchain.

Saúde: o Instituto de Tecnologia de Massachusetts desenvolveu um projeto de registros médicos eletrônicos que usa o blockchain para gerenciar a autenticação, a confidencialidade e o compartilhamento de dados.

Imobiliário: a tecnologia também pode ser usada em plataformas de processamento imobiliário, assim, não necessita de intermediários e ajuda a reduzir custos.

Além destas, as indústrias de manufatura, varejo, transporte e turismo já utilizam o blockchain para tornar transações de diversos tipos mais seguras, baratas e descentralizadas.

Agora que você já sabe o que é blockchain, como acontece o processo e como empresas de todos os setores têm se beneficiado dessa tecnologia, já pode fazer suas transações com criptomoedas sem medo de ter seus dados corrompidos. Saiba como trabalhar com elas neste artigo sobre criptomoedas.

Conheça nossas faculdades