Ir para o conteúdo
Crescimento Pessoal

Resolução de ano novo: como se planejar financeiramente

planejamento ano novo

Quando pensamos em ano novo, automaticamente, roupas brancas, luzes e comemorações veem em nossa cabeça. Não é mesmo? Contudo, após passarmos por um ano com tantas turbulências e crise econômica, o que a maioria das pessoas deseja é que 2021 venha mais leve, com renovações, a vacina (por favor!) e um bom planejamento financeiro.

A vontade de aprender a administrar melhor o dinheiro cerca a população, ainda mais diante de uma “ansiedade financeira”, que está mais presente na sociedade do que imaginamos. Segundo uma pesquisa do Instituto Locomotiva para a Xpeed, 46% dos brasileiros se sentem ansiosos com a própria situação financeira. Ainda de acordo com o estudo, 21% evitam o máximo abrir os boletos ou extratos. Por esses motivos, 41% dos entrevistados também passaram a pesquisar mais sobre educação financeira durante a quarentena. 

 

COMO CONSTRUIR UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO?

Então como superar isso? Há algumas coisas que você pode fazer para se sentir mais confortável e não ter medo de falar sobre seu estado financeiro. Primeiramente, não é necessário fazer um curso de contabilidade ou gestão de custos para conseguir administrar bem seu dinheiro. É claro que essas opções são fundamentais para caso você queira se tornar um especialista no assunto e conseguir um emprego bacana na área, mas para mudar seu ano e dizer adeus às dívidas esse texto vai te ajudar da maneira mais simples possível! Então se liga nessas dicas e bora ter um ano mais prático e com um dinheirinho no bolso?

Leia mais: Gestão de pessoas: a qualificação profissional que vai impulsionar sua carreira

FAÇA UMA RETROSPECTIVA 

Comece pegando o hábito de separar seus gastos em necessários, opcionais, sazonais e mais caros. Tente pensar na relevância que cada gasto possui e veja se há possibilidades em cortar ou reduzir algum. Nesse momento, só o exercício de analisar já é muito importante para dar continuidade ao planejamento. Saiba o quanto você tem de conta e organize o que precisa ser pago por ordem de vencimento. Depois tente fazer um exercício de retrospectiva sobre seus gastos ao longo do ano e calcule. Tente colocar no papel se tudo foi realmente necessário.

NÃO GASTE MAIS DO QUE VOCÊ RECEBE

Essa pode parecer uma dica simples e até mesmo clichê, mas que, na verdade, pode fazer muita diferença em sua vida. Muitas pessoas ainda gastam mais do que recebem mensalmente e com isso o uso de parcelamentos é visto como uma solução. Tá aí o spoiler da próxima dica! 

PREFIRA PAGAMENTO À VISTA

Se possível, prefira pagamentos à vista. O parcelamento ajuda muitas pessoas a conseguirem adquirir objetos de valores altos com mensalidades baixas que cabem no bolso. Contudo, o que muitos não lembram é que junto vem os juros. Então, se você conseguir esperar e guardar uma quantidade de dinheiro para realizar uma compra à vista, sempre será mais aconselhável para manter sua “saúde financeira” positiva. Fechou?

EDUCAÇÃO FINANCEIRA? SIM!

Ter consciência financeira é fundamental na hora de fazer um bom planejamento, não só para um ano, mas para toda a vida. Por isso, o assunto está cada vez mais em pauta, inclusive, para crianças, que podem aprender conceitos de economia ainda na infância. Isso faz muita diferença. Acredite! 

Quando implantamos conceitos de educação financeira gradualmente em nossa rotina, também construímos um melhor entendimento sobre as relações de consumo e bons hábitos, que além de evitar dívidas no futuro, pode causar menos impactos no meio ambiente. Você já refletiu sobre isso? Por isso, incentivar projetos de educação financeira voltados para todos os perfis e idades vale muito a pena! 

Leia também: Mercado Digital: conheça os cursos que estão em alta

USE AS REDES SOCIAIS A SEU FAVOR 

Alguns perfis no Instagram possuem conteúdo sobre finanças de forma interativa e com fácil entendimento. Lá é possível acompanhar diversos materiais em que você pode tirar suas dúvidas sobre orçamentos e despesas pessoais. Entre eles estão o @partiupoupar, o @financasfemininas e a @gabrielamosmann. Vale a pena dar uma olhadinha! 

 POUPE, E SE POUPE DE DÍVIDAS

Poupe seu dinheiro! Guarde uma quantia mensalmente. Independente do valor tenha disciplina e estabeleça uma meta de quantidade até o final do ano. Quando adquirimos o hábito de guardar e não gastar todo o salário, também estamos fazendo um exercício de autocontrole que ajuda a diminuir a ansiedade. Além disso, só o fato de sabermos que temos uma renda armazenada, já dá um alívio caso surja algum imprevisto pelo caminho. Poupar também é uma forma de se incentivar a cultura de educação financeiramente!

VÁ DE PLANILHA!

Desenvolver uma planilha de gastos, pode não parecer uma tarefa simples para algumas pessoas, mas a boa notícia é que atualmente é possível encontrar diversos modelos prontos e intuitivos na internet. Além disso, também há aplicativos que propõem a mesma funcionalidade (essa tecnologia é tudo). Apesar de ser um método mais tradicional de organização, utilizar uma planilha é vantajoso porque oferece organização mensal e a possibilidade de dividir seus gastos em categorias, o que facilita muito. Por isso, separamos 3 modelos para você baixar e colocar seu planejamento financeiro para 2021 em prática. Basta clicar no nome!

 

Gostou das dicas? Então essa é a hora de investir em você com determinação e tirar essa meta do papel! Controle seu orçamento e #Partiu2021 

 

Conheça nossas faculdades