Ir para o conteúdo
Tendências e Inovação

Tech recruiter: o que é e quais as funções desse profissional?

pessoa digitando no computador para ilustrar tech recruiter

O processo de recrutamento e seleção da maioria das empresas já é bastante conhecido, mas o que poucos sabem é que existe uma nova área dentro do setor de Recursos Humanos destinada aos profissionais de T.I. Com o avanço da tecnologia, que acontece a todo instante, um tech recruiter é mais do que necessário na hora de atrair e selecionar talentos desta área.

O dia a dia deste profissional não é nada fácil, pois, assim como outro recrutador, ele tem diversas obrigações — desde atrair e selecionar talentos até entender quais as principais dificuldades e expectativas de cada gerente para a contratação. Tendo o suporte desse especialista, fica ainda mais fácil recrutar candidatos com qualidade para as vagas de tecnologia e também melhora a qualidade do quadro de colaboradores, diminuindo o famoso turnover

Mas, o que um tech recruiter faz? Quais são as funções desse profissional? Neste artigo, vamos te explicar o que é essa área ainda desconhecida por muitos, com dicas e vantagens em ter esse especialista na sua empresa.

O que é tech recruiter? 

Um tech recruiter, ou recrutador técnico, é o profissional que, como o próprio nome diz, recruta pessoas no setor de tecnologia e desenvolvimento, com base em habilidades técnicas. Esse profissional deve entender tanto de recursos humanos quanto da área de T.I., mas só a experiência prévia na área de tecnologia não é o suficiente. Também é necessário ter vontade de manter-se atualizado e aberto a novos conteúdos da área.

Para essa função, é importante ter conhecimento sobre linguagens de programação, ferramentas, bibliotecas e boas práticas. Isso vai facilitar na triagem e escolha do candidato melhor qualificado, além de agilizar o processo seletivo filtrando pessoas que não teriam o perfil para a oportunidade. A avaliação técnica em vagas de tecnologia é muito importante, mas esse recrutador também avalia questões ligadas à cultura e outros aspectos, da mesma forma que acontece em um processo seletivo convencional.

banner de pós-graduação com até 60% de desconto

Além do conhecimento técnico, ele também possui habilidades de triagem mais efetivas e diminui o tempo do processo seletivo, o que acaba diminuindo custos e tempo de contratação. Ou seja, todo mundo sai ganhando.

Qual o salário de um profissional de tech recruiter?

De acordo com um levantamento feito pelo PageGroup, no início de 2021, o salário desta área varia de R$ 4.000 a R$ 14 mil, dependendo do porte da empresa.

O que um recrutador técnico faz?

Ele é o responsável pela triagem de currículos e pessoas, além da realização de entrevistas para entender o conhecimento do candidato. Também é função deste profissional pensar em estratégias para melhorar o processo seletivo de acordo com a necessidade específica da vaga proposta. Por exemplo, a preparação de teste prático para avaliar conhecimentos técnicos importantes para a vaga.

Leia também: 5 blogs de tecnologia para se manter atualizado sobre a área

Mas, é válido ressaltar que ele não precisa analisar sozinho os candidatos. Além do recrutador técnico, o responsável pelo setor que necessita desse profissional também pode participar e avaliar o candidato, além de entrar mais a fundo em conhecimentos técnicos necessários para o dia a dia daquela área da empresa. Também é responsabilidade desse profissional:

  • Montar descrições de vagas que sejam claras e diretas;
  • Divulgar as oportunidades nas redes sociais e canais específicos de comunicação.

E é por isso que vamos relembrar o que falamos ali em cima: ao ingressar nessa área, é necessário estar aberto para manter-se atualizado e a novos conteúdos. Pois, para facilitar o dia a dia deste especialista, é importante estar sempre de olho em grupos e comunidades que os desenvolvedores participam. São nesses canais que a divulgação de vagas de tecnologia pode ser mais efetiva.

Quais as vantagens em ter um tech recruiter no seu time?

Nesse último ano, percebemos que diversas empresas precisaram migrar para o trabalho remoto e, para isso, a tecnologia foi fundamental. Porém, nem todas as organizações estavam preparadas para essa mudança e isso fez as empresas avaliarem os processos e tecnologias utilizadas no dia a dia, para tornar a operação mais digitalizada e acessível para os colaboradores.

Desta forma, o processo seletivo realizado por um recrutador técnico é fundamental para as empresas e tem diversas vantagens, como:

1 – Seleção de talentos mais adequada

Como já citamos aqui, esse especialista deve possuir conhecimentos das duas áreas: recursos humanos e tecnologia, pois só assim será possível entender as necessidades das vagas e o perfil ideal para cada uma delas.

2 – Produtividade dos colaboradores em alta

Por conseguir ter escolhas mais efetivas nas contratações, esse especialista também contribui com o aumento da produtividade dos colaboradores. Isso acontece porque ele saberá como montar equipes mais alinhadas para trabalhar em conjunto com as demandas e interesses da empresa.

3 – Agilidade na contratação dos profissionais

Ele também é capaz de modernizar os processos de seleção e identificar com facilidade quais candidatos têm ou não o perfil necessário. Isso proporciona agilidade para o RH e economia de recursos para a organização, como já citamos acima.

O que fazer para se tornar um recrutador técnico?

Existem várias maneiras de ingressar nesta área. O que não deixa de ser importante é o estudo contínuo sobre tecnologia e linguagens de programação — que são um grande diferencial para este profissional. Essa nova área veio para facilitar e complementar o setor de Recursos Humanos. Aliás, engana-se quem pensa que o recrutador técnico é um substituto do RH, pois, na verdade, eles andam lado a lado. 

Com ambos os profissionais, atrair e selecionar os candidatos perfeitos para as vagas de tecnologia fica ainda mais fácil. Além de tornar-se um tech recruiter, é importante pensar em se destacar nessa área e, para isso, existem alguns cursos de pós-graduação EAD e de MBA intensivo que podem te ajudar a manter-se sempre atualizado e por dentro de todas as novidades desta área. Faça uma pós-graduação online e tenha mais flexibilidade na sua rotina. Você pode escolher uma especialização de 6 ou 10 meses.

Conheça nossas faculdades