Ir para o conteúdo
Tendências e Inovação

Tendências em transformação digital que mudarão o mercado

foto com engrenagem para ilustrar texto sobre transformação digital

Transformação digital é a integração da tecnologia com diferentes áreas de um negócio, resultando em uma mudança cultural e na forma como empresas trabalham e entregam valor a seus clientes. Para os próximos anos, podemos esperar tendências que impactarão o mercado de forma significativa.

banner de pós-graduação com até 60% de desconto

Serviços como customer experience, integração entre dispositivos tecnológicos, armazenamento de informações e muitos outros passarão a ter mais agilidade, segurança e menos burocracia. Para saber quais são essas tendências da tecnologia e as mudanças que elas causarão no modo como as empresas trabalham e como vivemos, continue lendo este artigo.

Principais tendências de transformação digital previstas para os próximos anos

5G

A quinta geração de redes móveis, mais conhecida como 5G, começou a ser implantada em 2018. Desde então, as expectativas sobre as mudanças que ela será capaz de trazer são muitas. Além de mais rápida e econômica, uma das principais vantagens dessa rede será viabilizar o avanço da Internet das Coisas (iOT).

Sua velocidade – 100 vezes mais rápida do que o 4G – e maior cobertura permitirão que várias pessoas, máquinas, objetos e gadgets se conectem ao mesmo tempo. Mas além das facilidades que ela trará para a população em geral, como casas totalmente inteligentes e muito mais econômicas, essa tecnologia também trará benefícios para a indústria.

Com menor latência (tempo entre uma ordem e o cumprimento da ação de um dispositivo), muitas atividades poderão ser realizadas em tempo real. A área da medicina, por exemplo, terá grandes avanços como a realização de cirurgias remotas, nas quais, mesmo distantes, médicos poderão operar seus pacientes com muito mais precisão. O 5g já funciona em alguns países da Europa e Ásia e deve chegar ao Brasil em julho de 2022.

LGPD e Cibersegurança

Outra transformação digital que poderá acontecer nos próximos anos está relacionada à segurança dos nossos dados pessoais, principalmente no ambiente virtual. A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), Lei 13.709/2018, entrou em vigor em 2020 para estabelecer um cenário de segurança jurídica para os usuários de internet. 

Ela determina regras para que as empresas públicas ou privadas, de qualquer porte, coletem, armazenem e compartilhem dados pessoais dos cidadãos. O principal motivo para a criação dessa legislação foi o uso indevido de dados, como a comercialização e o vazamento de informações pessoais por diversas marcas.

Mas de fato, o que muda com a LGPD? A partir de agosto de 2021, empresas que não forem totalmente transparentes em relação aos motivos pelos quais solicitam dados dos usuários ou que não consigam garantir a segurança deles, poderão ser multadas em milhões de reais.

Além da mudança na forma como navegamos na internet e usamos as redes sociais, a LGPD causará um grande impacto no mercado de cibersegurança. Afinal, todas as empresas que operam no Brasil precisarão de softwares e profissionais capazes de garantir a segurança de dados e informações pessoais de todos os usuários.  A única solução é se adaptar a fim de evitar grandes prejuízos financeiros.

Inteligência Artificial e Assistentes Virtuais

Embora Alexa, Siri, Google Assistant e Cortana já façam parte do dia a dia de muitas pessoas, o segmento de assistentes virtuais continua sendo uma área da inteligência artificial (IA), com grande projeção de crescimento a curto e médio prazo.

Essa tendência das assistentes virtuais tem feito grandes avanços nos últimos anos. Graças ao desenvolvimento em campos como processamento de linguagem natural, interfaces conversacionais, machine learning e deep learning, elas têm se tornado cada vez mais inteligentes e úteis.

Além de assistentes digitais pessoais como as da Apple e Amazon, empresas de serviços e e-commerce também apostam nessa tecnologia para oferecer atendimento aos clientes.Segundo um estudo divulgado pela Oracle, equipes de liderança digital, assistentes digitais e robôs já representam 10% do crescimento da receita em empresas que contam com essas tecnologias.

Nuvem Híbrida

Considerada o futuro do Big Data, a nuvem híbrida ou hybrid cloud é uma tendência digital que faz a junção das nuvens privadas com nuvens públicas. Para entender melhor, vamos imaginar que uma empresa tem a sua nuvem particular, mas, em algum momento, precisa de mais recursos computacionais e espaço para armazenamento.

Se quiser operar com maior capacidade, ela pode ligar sua nuvem privada a uma nuvem pública, que é um espaço de compartilhamento com outras companhias, no qual existem diversas camadas de gerenciamento e acesso. Graças aos vários benefícios gerados pelas nuvens híbridas, cada vez mais empresas estão investindo nessa tecnologia. Entre as principais vantagens estão a flexibilidade, agilidade, escalabilidade, economia e segurança.

Agora que você já sabe quais são as principais tendências de transformação digital e como elas mudarão o mercado e a forma como consumimos, é só continuar acompanhando as atualizações por aqui. E se você gosta de tecnologia e inovação, que tal fazer uma especialização na área? Conheça os cursos de pós-graduação em Tecnologia da Anhanguera.

Conheça nossas faculdades